Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Consumo de gás no Brasil cresce em julho, mas segue abaixo de níveis de 2019

06/10/2020 - 15:50
Gas
A pandemia teve um impacto brutal na demanda de gás natural nos meses de abril e maio (Imagem: Pixabay)

O consumo de gás natural no Brasil avançou 1,2% em julho ante o mês anterior, atingindo 51,87 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), impulsionado especialmente pelo segmento industrial, disse nesta terça-feira a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás).

Mas a demanda segue bem abaixo do visto em 2019– o consumo de gás natural no país recuou 14,3% na comparação com julho do ano passado, ainda devido aos impactos causados pela crise do coronavírus.

“A pandemia teve um impacto brutal na demanda de gás natural nos meses de abril e maio, principalmente. Mas os números de julho confirmam o movimento de recuperação já observado em junho.

Isso é resultado da reabertura gradual das atividades econômicas”, disse em nota o presidente executivo da Abegás, Augusto Salomon.

O segmento industrial, que tem liderado o uso de gás natural do país, registrou avanço de 11% em relação a junho, com a utilização de 26,14 milhões de m³/dia, embora tenha permanecido abaixo dos níveis de 2019, com retração de 6,2% na comparação ano a ano, informou a entidade.

O setor automotivo teve movimento semelhante em julho, estendendo sua recuperação para 4,8 milhões de metros cúbicos/dia, alta de 11,2% frente ao mês anterior. Frente ao ano anterior, no entanto, ainda houve retração de 18,34%.

Já a demanda para geração de energia elétrica por térmicas a gás foi um dos destaques negativos de julho, segundo a Abegás, que apurou queda de 14,3% ante junho e de 39,3% versus julho de 2019, com consumo de 15,45 milhões de metros cúbicos diários.

O setor automotivo teve movimento semelhante em julho, estendendo sua recuperação para 4,8 milhões de metros cúbicos/dia, alta de 11,2% frente ao mês anterior (Imagem: Marcello Casal jr/Agência Brasil)

No setor residencial, segmento da cadeia de gás natural cuja demanda foi menos impactada pelas medidas de isolamento relacionadas à pandemia, houve retração de 4,5% em julho ante junho, com consumo de 1,57 milhão de metros cúbicos consumidos por dia em meio ao relaxamento das restrições.

“Com as pessoas saindo mais de casa, e usufruindo dos serviços de alimentação por entrega, o consumo residencial teve uma leve queda, mas segue com alta de 16,1% no acumulado do ano (janeiro a julho)”, disse Salomon.

Na comparação com ano passado, o uso de gás natural em residências avançou 5,5% em julho, ainda segundo os dados da Abegás.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 06/10/2020 - 15:50

Cotações Crypto
Pela Web