Conteúdo Ripio

Conheça duas formas de proteger seu patrimônio da desvalorização do Real

Especialista ou não, a desvalorização do real, nas últimas semana, tem sido motivo de angústia e preocupação. Os valores não chegavam a esse patamar desde maio do ano passado, batendo R$ 5,88 na segunda-feira passada (08). Isso deixou a moeda, ante o dólar, ocupando o 4º lugar no ranking mundial de desvalorização.

O investidor experiente já não deixa mais suas aplicações à mercê das inconstâncias brasileiras. Mas nem todos têm acesso a especialistas do mercado, fundos qualificados, opções extensas de diversificação. Como o investidor comum, como eu e você, pode tirar aquele aperto no coração e frio na barriga toda vez que pensa em abrir a cotação do real?

Nesse texto, buscamos algumas formas de ajudar a proteger você e seu patrimônio diante desse cenário, descomplicando alguns termos e trazendo opções interessantes de aplicações.

Exposição ao Bitcoin

Ripio
(Imagem: Ripio)

As notícias, informações e novidades sobre o BTC estão cada vez mais presentes no nosso dia a dia. Não só ele, mas o mundo das criptomoedas, no geral, se popularizaram muito em 2020. Isso porque essa criptomoeda atingiu patamares históricos de valorização: em 2020, foram 300% de valorização; em 2021, a previsão é de 400%. 

Inúmeros motivos explicam essa alta. Investidores institucionais, halving, algumas políticas de estímulo monetário ao redor do mundo…  Mas o principal ponto é sua reserva de valor. 

Reserva de valor é capacidade de determinado bem de manter seu poder de compra conforme o tempo. Em outras palavras, é a proteção que determinada moeda, por exemplo, oferece em momentos de crise, priorizando a segurança acima da rentabilidade. 

Nesse cenário, o bitcoin é uma opção interessante. Cada vez mais, aplicar nessa moeda digital se torna uma opção de investimento assimétrica— ou seja, com risco de perda pequeno e grande potencial de ganho. Com a crise do coronavírus e as crises domésticas internas brasileiras, o criptoativo não se mostrou volátil como outras moedas e metais. 

O que isso significa na prática? O bitcoin se tornou um investimento seguro. E uma ótima opção para proteger seu capital frente a essa desvalorização.

Dolarização da Carteira

Para uma carteira perseverar em cenários como esse, é fundamental ela ser diversificada. Empresas brasileiras, filiais de multinacionais, o mercado financeiro, pessoas físicas… Em momentos como os que estamos vivendo, de incertezas e instabilidade, todas essas instituições e pessoas correm para garantir a compra de uma moeda forte, disputando entre si um bocado de dólares.

Sorte nossa que, atualmente, existe outra opção de usar o dólar como forma de proteger seu patrimônio: as stablecoins atreladas ao dólar americano, chamadas de criptodólares. 

Essas moedas, como a USD Coin e DAI, valem o mesmo que o dólar americano— ou seja, 1 DAI vale US$1. Quando comparadas com outras alternativas, as stablecoins são o modo mais barato e prático de se defender da desvalorização do real. Além de sua exposição ao dólar ser imediata, sem burocracias, você não precisa pagar impostos como na compra direta da moeda, por exemplo. Sem contar que, caso queira vendê-las, o processo é automático.

Portanto, é seguro investir em bitcoins e criptodólares— basta saber em quem confiar. A Ripio é uma plataforma que permite com que você compre moedas digitais de maneira simples, rápida e segura. É só baixar o aplicativo disponível para iOS e Android e dar esse passo fundamental na proteção do seu capital. 

Ainda não se sente confiante para tomar essa decisão? A Launchpad da Ripio oferece conteúdos dos mais diversos para que você possa se educar sobre criptomoedas e blockchain, tudo isso em linguagem acessível e descomplicada. 

Não perca tempo: faça como 1 milhão de investidores e entre para o mundo crypto com a Ripio.