Correções e chuvas jogaram pesado contra os cafés em Nova York e Londres

27/10/2021 - 15:33
Café Cafeicultura Agricultura
Cafés sentiram as correções e as chuvas que ajudaram Nova York e Londres especularem contra

As fortes altas do café arábica na terça, quando o contrato mais líquido voltou às bases da segunda maior máxima desde agosto, não se sustentaram nesta quarta (27). O grão devolveu mais do que ganhou na sessão da véspera no mercado futuro de Nova York.

O café conilon também experimentou forte queda em Londres.

O primeiro perdeu os 208 centavos de dólar por libra-peso e recuou em torno de 3,50%, para fechar em 201,35 c/lp no vencimento de dezembro.

O outro, também chamado de robusta, e cujo foco de produção no Brasil é o Espírito Santo, despencou 5,50%, indo para a sexta a US$ 2,197 a tonelada, depois de mais de 75 pontos de valorização no dia anterior.

Os dois mercados se ajustaram em realização de lucros, mas o cenário de chuvas nos cinturões cafeeiros mineiro e capixaba completaram o cenário, injetando o sentimento especulativo de melhora dos próximos ciclos da cultura.

Mas os fundamentos de menor oferta persistem, podendo fazer os preços se fortalecerem,  sobretudo pela perda de altos volumes do arábica, e com a próxima safra de recuperação menor.

Leia mais sobre: , ,

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 27/10/2021 - 15:41

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web