Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

CSN diz que ação do governo de Minas exagera riscos da barragem de Fernandinho

05/06/2021 - 14:33
CSN Mineração Minério de ferro
Embate: governo de Minas e CSN divergem sobre riscos da barragem de Fernandinho (Imagem: Divulgação/CSN)

A CSN (CSNA3) afirmou, em comunicado divulgado na noite de ontem (04), que a ação civil pública movida pelo governo de Minas Gerais exagera os riscos de rompimento da barragem de Fernandinho, situada na cidade de Rio Acima.

Na quinta-feira (04), o governo de Minas Gerais obteve uma decisão liminar obrigando a CSN a adotar medidas de segurança para evitar o rompimento da barragem.

Com a decisão, a companhia terá até 30 dias para efetuar obras de estabilização da barragem, que possui cerca de 33 metros de altura, com aterro estimado em 413.675 metros cúbicos, sob pena de multa diária de R$ 1 milhão. Os moradores já foram retirados da área de risco.

“A Barragem B2A está classificada em nível 2 de emergência e as obras vinham sendo realizadas conforme determina a empresa projetista, com toda segurança recomendada. Portanto, não apresenta risco nas escalas mencionadas na Ação Civil Pública, o que será devidamente comprovado às autoridades”, declara a companhia.

Veja o comunicado divulgado pela CSN.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Márcio Juliboni - 05/06/2021 - 14:33

Pela Web