Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Dinheiro não traz felicidade, mas a falta dele pode acarretar em depressão

09/05/2021 - 14:30
Larissa Brioso
É importante definir objetivos, depois de feito, separe eles por objetivos de curto, médio e longo prazo: sair das dívidas, conquistar a independência financeira, começar a investir, comprar uma casa ou fazer uma viagem, explica a educadora financeira (Imagem: Divulgação/Mobills)

Por Larissa Brioso, educadora financeira da Mobills

A discussão se dinheiro traz ou não felicidade é um tema de debate recorrente e é difícil chegar a uma conclusão, já que a felicidade depende de muitos fatores. Mas uma coisa que podemos afirmar é que a falta de dinheiro gera inúmeros problemas para a saúde mental das pessoas.

Segundo a pesquisa, realizada nos Estados Unidos, “The Employer’s Guide to Financial Wellness” de 2019, pessoas com constante preocupação com falta de dinheiro são 4 vezes mais propensas à depressão e têm 3,4 mais chances de ter ataques de pânico ou ansiedade.

O levantamento analisou dados de mais de 10 mil trabalhadores e constatou também que quem sofre com a falta de dinheiro (ou insegurança financeira) têm 8 vezes mais chances de passar noites em claro.

Se deparar com dívidas e perder o controle das finanças pode gerar sensações como ressentimento, desconfiança, decepção e estresse. Por isso, tomar o controle da sua vida financeira te trará bem-estar e estabilidade para conquistar sonhos e objetivos.

Para começar a organizar as finanças, é preciso entender o seu cenário atual analisando ganhos e gastos.

Um médico não pode oferecer um tratamento sem ter um diagnóstico do problema, com as finanças pessoais o raciocínio é o mesmo. É preciso entender como utiliza o dinheiro para analisar onde é possível economizar e reduzir custos.

Ao mesmo tempo, é importante definir objetivos, depois de feito, separe eles por objetivos de curto, médio e longo prazo.

Alguns exemplos de objetivos são sair das dívidas, conquistar a independência financeira, começar a investir, comprar uma casa ou fazer uma viagem.

Depois de saber os objetivos é necessário se planejar para alcançá-los criando algumas metas.

Suas metas serão sempre o maior fator de motivação para continuar firme e disciplinado em seguir seu planejamento financeiro. Elas têm um papel essencial para garantir o sucesso, já que se manter dentro do orçamento normalmente não é uma tarefa fácil, exigindo sempre muito autocontrole e foco.

Por isso, colocar seus objetivos no papel e deixá-los sempre à vista o ajudarão a ter êxito.

Algumas dicas práticas são: colocar um post-it das suas metas em seus cartões de crédito; alterar o fundo do papel de parede do celular para uma imagem do seu objetivo; compartilhar suas metas com amigos e familiares.

É importante ressaltar que é preciso muita disciplina, estudo e paciência para alcançar uma vida financeira equilibrada, mas com certeza seu esforço valerá a pena ao colher frutos no futuro.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 07/05/2021 - 11:51

Pela Web