Distribuição gratuita de criptomoedas pode estar ligada a armadilhas

24/03/2022 - 13:56
Criptomoedas Executium bitcoin ether
(Imagem: Unsplash/Executium)

No mundo das criptomoedas, circulam relatos de fortunas virtuais ganhadas e perdidas nas últimas semanas com a distribuição de ApeCoin, a criptomoeda ligada ao tokens não fungíveis (NFTs) da coleção Bored Apes.

A distribuição (ou airdrop, no jargão desse mercado) de 150 milhões de NFT entre colecionadores dos projetos Bored Ape Yacht Club e Mutant Ape Yacht Club pode parecer uma tática nova para sustentar o entusiasmo com os NFTs. Mas é uma prática de longa data no mundo digital, que revela potenciais armadilhas quando a euforia diminui.

Os airdrops “são comprovadamente uma ferramenta muito eficaz para construir impulso e uma comunidade em torno de um projeto”, afirmou a Kaiko, firma que acompanha dados de negociação de criptomoedas, em boletim divulgado na segunda-feira. “No entanto, airdrops não estão isentos de riscos.”

Os tokens distribuídos dessa forma têm histórico de desempenho misto. Segundo dados compilados pela Kaiko, os preços dos NFTs dispararam no curto prazo e em seguida tiveram queda constante após airdrops realizados por grandes projetos cripto como ApeCoin, Ethereum Name Service e a bolsa descentralizada Uniswap.

A ApeCoin subiu cerca de 7% para US$ 13,30 nas últimas 24 horas, de acordo com dados da CoinMarketCap.com. A distribuição inicial de aproximadamente 30% das moedas aconteceu em 17 de março. A quantia em circulação aumentará em intervalos regulares durante 48 meses, aumentando o risco de diluição do valor dos tokens distribuídos anteriormente.

Após o airdrop da Uniswap, em setembro de 2020, o preço de seu token UNI subiu para US$ 7,82 e então perdeu mais da metade do valor em quatro dias, de acordo com dados da CoinGecko. A cotação de UNI permaneceu abaixo de US$ 7,82 até janeiro de 2021.

Grandes investidores e idealizadores do projeto foram os que mais ganharam com a distribuição de ApeCoin. Quando a moeda foi lançada, as firmas de venture capital Andreessen Horowitz e Animoca Brands faziam parte de um grupo que recebeu coletivamente 14% do total distribuído, o equivalente a cerca de US$ 2 bilhões a preços vigentes.

A ApeCoin terá papel crucial no metaverso projetado pela Yuga Labs, criadora do Bored Ape Yacht Club (BAYC). A ApeCoin será a moeda do “ecossistema Ape”. Seus detentores terão direito de participar da governança de uma organização autônoma descentralizada chamada ApeCoin DAO, de acordo com seu website.

Última atualização por Vitória Martini - 24/03/2022 - 14:39

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto