Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Dólar ainda reina em dois países que estão em desacordo com os Estados Unidos

31/10/2019 - 15:40
O dólar foi a moeda de pagamento escolhida em 83% das exportações de Moscou para a Turquia nos primeiros seis meses do ano, segundo dados publicados esta semana pelo Banco da Rússia (Imagem: Pixabay)

Apesar do debate sobre diminuir o domínio de Washington, a Rússia e a Turquia ainda são dependentes da moeda dos Estados Unidos.

O dólar foi a moeda de pagamento escolhida em 83% das exportações de Moscou para a Turquia nos primeiros seis meses do ano, segundo dados publicados esta semana pelo Banco da Rússia. Cerca de 40% das exportações da Rússia para a União Europeia também são pagas em dólares, segundo os dados.

Apesar da alardeada iniciativa de “desdolarização” com o objetivo de proteger a economia das sanções dos EUA, a Rússia dá passos lentos para desvincular seus negócios globais da moeda americana. A tensão cada vez maior entre Ancara e Washington aproximou a Turquia da Rússia, culminando na compra de um sistema russo de defesa antimísseis que poderia levar a sanções dos EUA.

Rússia e Turquia assinaram um pacto no início do mês para aumentar o uso do rublo e da lira nos pagamentos, de acordo com o Ministério de Finanças da Rússia. Atualmente, a Rússia paga cerca de um terço de suas importações da Turquia em rublos, enquanto a participação da lira no comércio dos dois países é inferior a 2%.

A Rússia é o segundo maior parceiro comercial da Turquia, fornecendo principalmente gás natural e comprando carros e produtos agrícolas, entre outras importações. A Turquia também decidiu aderir à alternativa da Rússia ao sistema de pagamentos SWIFT, estabelecido para combater a ameaça dos EUA de suspender os financiamentos em dólares a outros países.

 

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 31/10/2019 - 15:40