Dux Games firma parceria com Genopets, o metaverso “Move to Earn” ao estilo Pokémon GO

Leonardo Rubinstein Cavalcanti
26/11/2021 - 13:48
Similar ao Pokémon Go, que foi febre algum tempo atrás, nesse jogo os usuários farão uso de acessórios eletrônicos como celulares e relógios para medir a locomoção diária, e interagir com o mundo físico, a fim de evoluírem seus pets digitais. (Imagem: Twitter/Genopets)

A Dux é uma empresa que busca viabilizar o investimento e a educação no mercado de cripoativos. Uma de suas frentes, Dux Games, é responsável por facilitar o acesso aos investidores que desejam ingressar em jogos de “play to earn”.

A empresa anunciou recentemente uma parceria com uma novidade no mercado, o jogo Genopets. Trata-se de uma categoria de jogo em blockchain apelidado de “move to earn”, que vai ser lançado na rede da Solana.

Similar ao Pokémon Go, que foi febre algum tempo atrás, nesse jogo os usuários farão uso de acessórios eletrônicos como celulares e relógios para medir a locomoção diária, e interagir com o mundo físico, a fim de evoluírem seus pets digitais.

Lucas Albino, head da Dux Games, conta que a empresa está em contato direto com os fundadores do game, e que uma etapa da parceria foi a aquisição de uma boa quantia de NFTs para a guilda. No total, foram investidos 150 mil dólares para a parceria

“Eles terão NFTs específicos para guildas, são chamados de branded NFTs. Todos os NFTs que vamos adquirir com esse aspecto terão a nossa marca.”

A parceria da Dux Games com o Genopets vai além da compra de NFTs. O objetivo é a criação de uma guilda brasileira bem estruturada e com um suporte para os jogadores, assim como foi o caso no jogo Star Atlas, que está sendo construído na rede da Solana.

Comunidades

Ele comenta que muitas pessoas veem notícias sobre Axie Infinity, por exemplo, e não têm onde compartilhar, pedir suporte ou discutir sobre isso. Segundo Albino, o papel principal dentro das comunidades da Dux Games é mudar esse cenário.

“Nosso foco é desenvolver comunidades, dar educação e guiá-las dentro do mundo cripto, como foi com Star Atlas, que hoje é a maior comunidade do mundo. Fazemos a conexão entre investidores, criadores de conteúdo e jogadores que desejam rentabilizar nesse meio”.

A guilda de Star Atlas é atualizada constantemente pela rede social Discord. A ideia é que, assim como no servidor de Star Atlas, jogadores e investidores discutam entre si e recebam novidades a todo tempo sobre o assunto. O servidor do Discord brasileiro de Genopets já foi criado pela Dux Games e recebe atualizações constantes sobre o jogo.

De acordo com Albino, o braço de games da empresa nasceu com o objetivo de ampliar o “core business” da Dux Cripto, que é facilitar e viabilizar a introdução de pessoas neste mercado.

“A visão da Dux sempre foi guiar as pessoas através do mercado cripto. Algo que observamos foi que a inserção de pessoas neste mercado está vindo principalmente através dos games em blockchain”.

Como funciona o jogo Genopets?

A proposta do jogo é de gerar uma motivação para que seus jogadores vivam de forma mais ativa. A inspiração para o game foi uma mistura do antigo Tamagotchi, na parte de criação dos monstrinhos NFTs, Pokemon GO, no quesito de dinâmica de batalhas, e também do recente Axie Infinity.

Através de acessórios digitais (relógios e celulares), o jogo converte movimentos da vida real em pontos e em progresso dentro jogo “move-to-earn”, batalhando contra outros genopets e lutando contra o sedentarismo, enquanto ganham recompensas.

Segundo os desenvolvedores, tudo isso com a implementação de modelos de renda básica universal, e sem a necessidade de um investimento inicial. Os criadores pretendem atingir uma audiência global mesmo entre não nativos de crypto.

A proposta do jogo é fazer com que o bichinho virtual seja codificado com seus dados psicográficos e biométricos desde o início, fazendo dele um ser único, baseado na personalidade do jogador que o possui.

Conforme descrito no projeto, esses traços pessoais passam por um algoritmo seguro que determina quais serão os atributos iniciais de aparência e performance de seu Genopet.

O jogo pretende permitir a geração de renda de duas formas: a partir do valor especulativo dos genopets (comércio no marketplace segundo a raridade e level), e de uma economia desenhada para o play to earn através da utilização de produção, empréstimo, compra e venda de recursos do jogo (Geração, produção e venda de gene crystals e habitats).

Os jogadores que não investirem um capital inicial terão acesso apenas à primeira forma de gerar renda e aqueles que investirem, em ambas.

Nas arenas de batalhas será possível competir com outros jogadores em diversos mini-games e jogos rápidos, que buscará testar alguns aspectos de habilidade como o poder de reação, memória e capacidades cognitivas de maneira geral.

Economia interna do jogo – metaverso na prática

O jogo, pelo fato de funcionar em blockchain, terá uma economia interna baseada em tokens, NFTs e criptomoedas.

GENE – É o token de governança e staking que representa a participação no genoverso. Holders poderão votar nas opções de jogabilidade e obter recompensas.

KI – Token utilitário recebido pelos jogadores, é utilizado para acelerar a evolução dos genopets, produzir habitats, itens ou batalhar.

Pontos de experiência – Um conceito importante nos metadados de genopets, eles aumentam as possibilidades dos jogadores de obterem sucesso nas ações do jogo e contribuem para o aprimoramento dos personagens.

Tokens não fungíveis (NFTs) – São os próprios Genopets. Eles são  NFTs que podem ser aprimorados e customizados. São adquiridos na fase infantil pelos jogadores gratuitamente, baseados em sua própria personalidade. A personalidade do jogador será apurada em forma de um questionário binário.

Os Genopets, ao longo do tempo, aumentam de poder e valor, conforme os jogadores investem tempo e esforços. Conforme isso acontece, os pets evoluem e aprimoram sua estética, ou então sua performance nas batalhas.

Sua evolução pode ser guiada e acelerada por Gene Crystals, também um NFT adquirido no jogo. Os Genopets também passam por fases de crescimento conforme evoluem, são elas: Baby, young, adult, mystic genopet

Planejamento do projeto (Roadmap)

Na primeira fase de lançamento do jogo, será possível a parte de criar seus pets gratuitamente, ganhar tokens do jogo, e evoluir os bichinhos virtuais. Também será possível negociá-los em mercados secundários.

A segunda fase vai implementar a parte dos mini-jogos e batalhas. Nesses jogos será testado habilidades dos jogadores, vai ser possível batalhar com outros pets e haverão rankings de melhores posições no jogo.

Na sequência, na terceira fase, será possível formar, e batalhar, em equipes. A quarta, e última, etapa do processo pretende inserir um modo história e missões que entregam recompensas aos jogadores e suas equipes.

Última atualização por Leonardo Rubinstein Cavalcanti - 26/11/2021 - 14:24

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web