Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Elon Musk quer colonizar Marte, mas como fica o Bitcoin?

27/01/2020 - 13:11
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
marte bitcoin
Qual é o papel do bitcoin na colonização marciana? (Imagem: Crypto Times)

Alguns dizem que o bitcoin não vai ser apenas uma moeda global, mas um meio de troca para comércio intergalático. Elon Musk quer levar a humanidade para Marte, mas e o bitcoin?

Em uma série de tuítes, o empreendedor forneceu mais detalhes sobre seus planos de passar pela fronteira final com a Starship Mars da SpaceX.

Musk é pouco ambicioso, dizendo que gostaria de ver uma média de três foguetes de cerca de 117 metros de altura decolarem durante a jornada de 115 dias até Marte. Cada foguete levaria 100 passageiros, provavelmente levando 100 mil pessoas para o planeta vermelho em apenas um ano.

Por enquanto, o foco do projeto é no transporte, mas para Musk perceber a sua ambição final de tornar a humanidade em uma espécie multiplanetária, os colonizadores vão precisar de comida, que virá de fazendas extraterrestres que comprimem a fina atmosfera marciana, e combustível, que será gerado por “fazendas carburantes” que dependem de um processo chamado “crio-metaflox”, que usa gelo subterrâneo e dióxido de carbono da atmosfera.

Essa atividade poderia ser o início de uma economia marciana, que alguns sugerem ser apoiada por criptoativos.

Nós de bitcoin estão na estratosfera desde 2017, quando Blockstream lançou seu Blockchain Satellite com o objetivo de irradiar o blockchain do Bitcoin em todo o mundo para tornar criptoativos acessíveis a pessoas em países com péssima infraestrutura de internet.

No entanto, é provável que realizar pagamentos no espaço seja difícil. Conforme explicou Clark Moody, engenheiro de criptoativos, é provável que transações demorem horas do que minutos para serem confirmadas, deixando uma lacuna que pode ser preenchida por soluções de segunda camada como Lightning.

Minerar bitcoin em Marte poderia ser ainda mais difícil e já foi dito como impossível por alguns devido às grandes distâncias envolvidas. Conforme diz Moody, o atraso de propagação significa que “mineradores marcianos teriam uma visão do blockchain de até 22 minutos atrasados”.

No momento, tudo isso ainda é puramente teórico, mas tais ideias podem ser colocadas à prova em breve. Representantes da SpaceX disseram que as primeiras missões operacionais da Starship Mars podem acontecer logo em 2021, e que os primeiros foguetes com passageiros humanos a bordo estão planejados para 2024.

Musk é conhecido por definir e errar linhas temporais agressivas, mas é bem possível que a nova década reanime a busca da humanidade pela exploração do espaço.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 27/01/2020 - 13:11