Elon Musk, Tesla e SpaceX são acusados de esquema de pirâmide com Dogecoin (DOGE)

The Block
The Block
17/06/2022 - 12:52
Traduzido e editado por Vitória Martini
The Block
Elon Musk
Elon Musk tem uma longa história promovendo Dogecoin. (Imagem: Reuters/Joe Skipper/File Photo)

O CEO da Tesla e SpaceX, Elon Musk, está enfrentando um novo processo que alega que as ações dele envolvendo a criptomoeda de meme Dogecoin (DOGE) constituem um esquema de pirâmide.

O americano Keith Johnson entrou com um processo contra Musk, Tesla e SpaceX e pede uma indenização de US$ 258 bilhões, alegando ter perdido muito dinheiro com a criptomoeda de meme.

As alegações de Johnson afirmam que Elon Musk e as atividades das empresas quanto à Dogecoin o defraudaram e também outros investidores, de um modo que semelhante a um esquema de “pump and dump”.

A queixa foi apresentada em um tribunal em Nova York, na última terça-feira (14), em que Johnson diz que “é um cidadão americano que foi defraudado em dinheiro” e que os réus “enganosamente afirmam que a Dogecoin é um investimento legítimo quando ela não tem valor algum”.

A denúncia alega que as constantes publicações de Elon Musk dizendo que ele era fã da criptomoeda levaram diretamente ao aumento de preço desta e, quando as condições do mercado mudaram, investidores tiveram perdas.

“Os réus estavam cientes desde 2019 que o Dogecoin não tinha valor, mas ainda o promoviam para lucrar com sua negociação. Elon Musk usou seu pedestal como o homem mais rico do mundo para operar e manipular o esquema de pirâmide Dogecoin para lucro, exposição e diversão”, consta na queixa de Johnson.

“Cada afirmação e endosso dos réus nas redes sociais em relação a Dogecoin conscientemente fez com que milhões de pessoas gastassem bilhões de dólares comprando o esquema de pirâmide de Dogecoin”, diz a denúncia.

Keith Johnson solicita US$ 86 bilhões em danos, que representam a perda de valor de mercado de Dogecoin desde maio do ano passado, segundo o G1. Porém, o valor dos danos pode ser triplicado.

Elon Musk e a criptomoeda de meme

Elon Musk tem uma longa história promovendo Dogecoin, e a denúncia destaca os tuítes do CEO sobre a cripto, desde que um artigo satírico despertou o interesse de Johnson pela criptomoeda em 2019.

A queixa aponta que Dogecoin cresceu em valor após os tuítes de Musk sobre a moeda, o que o fez se autodenominar “CEO da Dogecoin”.

Segundo o processo, as atividades de Elon Musk não aconteceram somente na conta pessoal dele no Twitter. O homem mais rico do mundo tentou usar suas empresas, Tesla e SpaceX, para proliferar o uso da criptomoeda de meme.

Em 2021, Musk afirmou que Tesla venderia merchandising de Dogecoin, e a companhia de veículos elétricos testou aceitar a criptomoeda como pagamento neste ano.

Apesar do alto valor solicitado como danos, a denúncia quer mais que um juiz determine que a negociação de Dogecoin constitui jogo de azar, sob as leis federais e de Nova York. O requerente também quer a proibição de propagandas da criptomoeda de meme por Elon Musk, Tesla e SpaceX.

*Com informações de G1.

Siga o Crypto Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas, analistas e leitores do Crypto Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no mundo cripto. Siga agora a página do Crypto Times no Facebook!

Disclaimer

O Money Times publica matérias informativas, de caráter jornalístico. Essa publicação não constitui uma recomendação de investimento.

theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Vitória Martini - 17/06/2022 - 13:12

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto