Em meio a desabastecimento, gasolina está defasada em R$ 0,15/l; distribuidoras compraram etanol antes da greve

09/09/2021 - 14:47
Filas para abastecer e gasolina em defasagem sobre preços internacionais (Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Em meio ao desabastecimento que se generalizou nesta quinta (9), com os combustíveis não saindo das refinarias, das usinas de etanol e das distribuidoras, e filas nos postos, a gasolina só não aumentou sua defasagem frente ao mercado internacional porque o petróleo caiu 1% na bolsa de Londres (US$ 71,63 para entrega em novembro).

A Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom) registrou R$ 0,15 de defasagem, em torno de menos 5%.

O diesel, também segundo registro da entidade, enviado a Money Times, estava em menos 6%, por volta do meio-dia, exatamente em R$ 0,17 de defasagem por litro.

Vale destacar que o etanol hidratado, por exemplo, teve aumento na semana passada nas usinas, fora de compasso esperado, porque houve antecipação de compras das distribuidoras ante o feriado e ante o temor do bloqueio dos caminhoneiros.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 09/09/2021 - 14:55

Cotações Crypto
Pela Web