Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Em meio à pandemia, economia mundial deve recuar 3,2% em 2020, diz ONU

13/05/2020 - 14:44
Organização das Nações Unidas (ONU)
Um relatório do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU disse que provavelmente haverá uma recuperação gradual da produção perdida em 2021 (Imagem: REUTERS/Lucas Jackson)

A economia mundial deve encolher 3,2% em 2020, uma vez que a pandemia de coronavírus restringiu severamente a atividade econômica, aumentou a incerteza e provocou a pior recessão desde a Grande Depressão, informou a Organização das Nações Unidas nesta quarta-feira.

Um relatório do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU disse que provavelmente haverá uma recuperação gradual da produção perdida em 2021. Em janeiro, o departamento havia projetado um crescimento entre 1,8% e 2,5% este ano para a economia mundial.

“A economia mundial deverá perder quase 8,5 trilhões de dólares em produção em 2020 e 2021, quase apagando os ganhos acumulados nos quatro anos anteriores”, afirmou o relatório divulgado nesta quarta-feira.

Empresas foram fechadas e centenas de milhões de pessoas em todo o mundo foram orientadas a ficar em casa para impedir a disseminação da pandemia de coronavírus, à medida que cientistas correm para desenvolver tratamentos e uma vacina.

O relatório da ONU disse que a pandemia mostrou como a saúde pública e a economia “estão indissociavelmente ligadas e se reforçam mutuamente”.

“Os países podem tentar reduzir a interdependência e encurtar as cadeias de suprimentos, pois muitos podem considerar os custos potenciais de uma pandemia incapacitante muito altos em relação aos benefícios que recebem da integração e interdependência econômica”, afirmou o documento.

“A luta contra a pandemia — se continuar por muito tempo e seu preço econômico ficar muito alto — reformulará fundamentalmente o comércio e a globalização”, acrescentou.

O relatório também alertou que a perda maciça de emprego e renda devido à pandemia exacerbará a pobreza global.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Diana Cheng - 13/05/2020 - 14:47