Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Embraer lança programa de demissão voluntária para funcionários com mais de 55 anos

31/07/2020 - 7:23
Embraer
Além dos colaboradores em licença remunerada, também serão elegíveis aposentados por tempo de serviço ou quem tiver 55 anos de idade ou mais (Imagem: Reuters/Roosevelt Cassio)

A Embraer (EMBR3) anunciou hoje que está conversando com os sindicatos a respeito de mais um plano de demissão voluntária.

Desta vez, além dos colaboradores em licença remunerada, também serão elegíveis aposentados por tempo de serviço ou quem tiver 55 anos de idade ou mais. O período de adesão vai até o dia 14 de agosto.

A empresa alega que por conta da crise gerada pelo novo coronavírus em todo o mundo e, em particular, na indústria aeronáutica, a Embraer adotou uma série de medidas para proteger a saúde das pessoas e manter a continuidade dos negócios.

“Para preservar os empregos já foram estabelecidas, desde o mês de março, medidas como implantação do home office, concessão de férias coletivas, suspensão temporária dos contratos de trabalho, redução da jornada de trabalho e um PDV para um grupo de colaboradores que estava em licença remunerada”, afirma o comunicado da companhia.

A proposta de pacote de incentivo para quem aderir ao PDV inclui plano de saúde para o colaborador e dependentes até janeiro de 2021, auxílio-alimentação de R$ 450 mensais pelo mesmo período, apoio para recolocação no mercado, verbas rescisórias comuns a desligamentos sem justa causa e mais uma indenização de 10% do salário-base nominal por ano de empresa.

A companhia se compromete a realizar todos os esforços necessários para minimizar o impacto da Covid-19 para as pessoas e garantir a adequação necessária da empresa diante da nova realidade do mercado de transporte aéreo global.

“Puxadinhos” para acomodar carga em aviões comerciais

Além de possibilitar o transporte de cargas menores nos compartimentos de bagagem acima dos assentos, itens maiores também podem ser transportados nos assentos (Imagem: Divulgação/Embraer)

A Embraer criou novas soluções para transportar cargas em sua linha de aeronaves comerciais. De acordo com o documento enviado pela companhia, com menos voos que transportam carga e passageiros acontecendo, existe a necessidade de mais espaço.

“Os engenheiros da Embraer aceitaram o desafio quando os clientes perguntaram se conseguiriam encontrar uma maneira das aeronaves comerciais transportarem carga na cabine de passageiros”, explicou Johann Bordais, Presidente e CEO da Embraer Serviços & Suporte. “Hoje, os clientes podem escolher entre um portfólio de soluções para transportar carga nas cabines de seus EMB 120, ERJ 145 e E-Jets.”

Assim, além de possibilitar o transporte de cargas menores nos compartimentos de bagagem acima dos assentos, itens maiores também podem ser transportados nos assentos, respeitadas as restrições.

“Um jato E190 de 96 lugares totalmente carregado pode transportar três toneladas métricas (ou 6.720 libras) de carga na cabine, além da carga do bagageiro inferior. Já um E195 de 118 lugares, pode transportar até 3,75 toneladas métricas (ou 8.260 libras)”, exemplificou a empresa sobre o peso das cargas.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 31/07/2020 - 7:23