Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Ernesto Araújo diz que Brasil “tem tudo para ter boa relação” com governo Biden

21/01/2021 - 20:38
Ernesto Araujo
Ernesto Araújo também disse na transmissão que o novo governo dos EUA reconheceu o líder de oposição Juan Guiadó como presidente legítimo da Venezuela (Imagem: Facebook/Jair Bolsonaro)

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou nesta quinta-feira que o Brasil “tem tudo para ter uma boa relação” com o governo do presidente recém-empossado dos Estados Unidos, Joe Biden, e citou que os dois países têm muito em comum, como atuação nas áreas de segurança e na defesa da democracia.

Em transmissão pelas redes sociais ao lado do presidente Jair Bolsonaro, Araújo disse que há interesses de ambos os lados, citando, por exemplo, o empresariado. Destacou ainda que pretende trabalhar junto com os EUA na questão do meio ambiente.

Entretanto, o chanceler disse que há um problema porque o Brasil tem que ser visto pelo que é, e não pelas “distorções” que são publicadas pela imprensa, segundo ele.

Durante a corrida à Casa Branca no ano passado, o democrata Biden criticou a política para o meio ambiente do governo Bolsonaro, que era entusiasta na época da reeleição do então presidente dos EUA, o republicano Donald Trump.

Bolsonaro foi um dos chefes de Executivo que mais relutou em cumprimentar Biden pela vitória nas eleições presidenciais dos EUA, realizadas em novembro passado, e chegou a reafirmar repetidas vezes as alegações de Trump, sem evidências, de que teria havido fraude nas eleições dos Estados Unidos.

Na véspera, no entanto, Bolsonaro enviou uma carta a Biden defendendo que os dois países têm interesse em um “abrangente acordo de livre comércio” que gere mais empregos e investimentos e aumente a competitividade global de suas empresas.

Ernesto Araújo também disse na transmissão que o novo governo dos EUA reconheceu o líder de oposição Juan Guiadó como presidente legítimo da Venezuela. Essa é a mesma posição do governo brasileiro.

O chanceler destacou que a situação da Venezuela não pode ser aceita e que busca articular medidas para se chegar a soluções no país vizinho, que enfrenta uma grave crise econômica durante o governo do presidente Nicolás Maduro.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 21/01/2021 - 20:38