Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Escassez de níquel pode desafiar metas climáticas

08/11/2019 - 8:02
Bateria de Carro
Segundo Andrew Mitchell, o níquel extra necessário nas baterias precisa mais do que dobrar a fim de diminuir o ritmo de aumento das temperaturas (Imagem: Pixabay)

A escassez de níquel pode frustrar as ambições globais de desacelerar o aumento das temperaturas, de acordo com a consultoria Wood Mackenzie.

O níquel extra necessário nas baterias precisa mais do que dobrar a fim de diminuir o ritmo de aumento das temperaturas, segundo as metas do Acordo de Paris de 2015, disse Andrew Mitchell, chefe de pesquisa de níquel da WoodMac, em entrevista.

Com isso, há o risco de esticar a oferta mundial até o limite diante da popularização de veículos elétricos e armazenamento em baterias, afirmou.

Limitar o aumento da temperatura global a 3 graus Celsius exigiria 80 mil toneladas de níquel adicional a cada ano até 2040, de acordo com a WoodMac. A meta de 2 graus Celsius sob o Acordo de Paris eleva esse volume para 180 mil toneladas.

“É um grande salto”, disse Mitchell. “Não é impossível, mas serão necessárias muitas coisas para fazer esse trabalho”.

A escassez de níquel para baterias pode durar até meados da próxima década, segundo a BloombergNEF. Mineradoras, como Glencore e BHP, destacaram a importância do níquel, cobre e outras matérias-primas que serão necessárias em energia renovável e transporte movido a bateria.

“Existe muito níquel por aí, mas o processamento não é fácil” e será necessário que o preço do níquel a longo prazo chegue a US$ 19 mil para incentivar o aumento da oferta, disse Mitchell. A cotação mais recente do metal era de US$ 16.245. A média deve ser de US$ 17 mil em 2020, disse Mitchell em apresentação na quarta-feira.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , ,

Última atualização por Rafael Borges - 08/11/2019 - 8:02