Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Fleury vive cenário de incertezas, mas resultados trazem viés positivo

27/02/2021 - 15:04
Fleury
O lucro líquido da companhia saltou 148,7% no quarto trimestre de 2020, de R$ 56,1 milhões nos últimos três meses de 2019 para R$ 139,5 milhões (Imagem: Gustavo Kahil/Money Times)

Os sólidos resultados que a Fleury (FLRY3) divulgou não reverteram a recomendação neutra do BTG Pactual (BPAC11) e do Inter Research (preços-alvo de R$ 28 e R$ 34, respectivamente), mas trouxeram um viés positivo para o nome.

Segundo Samuel Alves, Yan Cesquim e Ricardo Cavalieri, analistas do BTG, os resultados do quarto trimestre do ano passado da Fleury mostraram que a demanda está se recuperando de maneira rápida.

O lucro líquido da companhia saltou 148,7% no período, de R$ 56,1 milhões no quarto trimestre de 2019 para R$ 139,5 milhões. Excluindo os efeitos não recorrentes, o lucro atingiu R$ 155,5 milhões.

A receita líquida avançou 28,9% e totalizou R$ 928,2 milhões, resultado do crescimento de 28,5% na receita bruta (que atingiu recorde de R$ 1 bilhão) e da redução de glosas e abatimentos.

O Ebitda, que corresponde ao lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, subiu 52,8%, para R$ 298,1 milhões. Excluindo efeitos não recorrentes, o montante alcançou R$ 308,6 milhões.

Com a Fleury apresentando números tão bons no trimestre, a recomendação neutra dos analistas pode ser explicada pelas incertezas relacionadas à demanda.

“Temos um rating neutro para Fleury devido ao cenário pouco claro em termos de demanda e retornos estruturais (à luz de várias novas iniciativas de receita)”, afirmaram. “Esperamos por uma visibilidade ainda melhor na demanda normalizada, especialmente quando os testes de Covid-19 desaparecerem”.

O Safra está mais otimista com a empresa. A equipe de análise da instituição reiterou a recomendação de outperform (desempenho esperado acima da média do mercado), com preço-alvo de R$ 38. Além do valuation atraente, as iniciativas digitais no setor de saúde criam um cenário interessante para a Fleury.

“A Fleury continua mostrando uma tendência encorajadora em sua plataforma digital Saúde iD, tendo conduzido 200 mil consultas de telemedicina em 2020 (metade no quarto trimestre), 38% do número apresentado pela SulAmérica (SULA11), por exemplo”, destacaram os analistas Ricardo Boiati e Rafael Une.

O Saúde iD foi lançado em setembro, ainda em modelo B2B (Business to Business). Em fevereiro, a plataforma digital lançou sua assinatura de serviços em saúde diretamente ao consumidor final, colocando-a no segmento B2C (Business to Consumer).

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 27/02/2021 - 15:04