Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Fundo Advent diminui para 14,95% sua participação acionária na Restoque

15/07/2020 - 7:26
Le Lis Blanc Restoque
O fundo de investimento agora passa a deter 10.295.073 ações ordinárias da varejista de moda (Imagem: Gustavo Kahil/Money Times)

A Restoque (LLIS3) informa que o fundo Advent diminui para 14,95% sua participação acionária na dona das marcas Le Lis Blanc, Dudalina e Rosa Chá, segundo comunicado enviado após o fechamento do mercado nesta terça-feira (14).

O fundo de investimento agora passa a deter 10.295.073 ações ordinárias da varejista de moda. Segundo a Advent, a alienação de ações não altera a estrutura de governança corporativa da Restoque.

2020 será um ano árduo para a Restoque

BB Investimentos mantém uma previsão cautelosa em relação a empresa, já que diminuiu o preço-alvo da Restoque, após a empresa apresentar um prejuízo líquido de R$ 47,2 milhões no 1° trimestre, mostra relatório enviado a clientes no dia 30 de junho.

A corretora fixou o valor em R$ 8,70 (antes em R$ 7,20) até o final de 2020, potencial de valorização de 2,1%, com manutenção da recomendação neutra.

Para Georgia Jorge, que assina o documento, o segmento de vestuário foi um dos mais impactados pela crise, com fechamento das lojas físicas a partir de meados de março.

Restoque LLIS3 Duda Lina
O segmento de vestuário foi um dos mais impactados pela crise (Imagem: Duda Lina/Site/Reprodução)

“Ao nosso ver, o restante do ano de 2020 ainda será bastante árduo para a Restoque, haja vista o desempenho das vendas nas lojas reabertas”, afirmou.

Plano de recuperação judicial

No dia 5 de junho, o Money Times noticiou o pedido de recuperação extrajudicial da Restoque com bancos e outras instituições do setor financeiro.

O plano envolve a renegociação de R$ 1,436 bilhão em dívidas, o que representa três quintos do que a companhia deve a instituições financeiras, segundo os documentos que divulgou.

De longe, a Planner Trustee é a maior credora listada, com pouco mais de R$ 1 bilhão a reaver, referentes a debêntures das 7ª, 8ª, 9ª, 10ª e 11ª emissões.

Em seguida, vem o Banco Santander (SANB11), com R$ 281,154 milhões, relativos a Cédulas de Crédito Bancário. Completam a lista de credores participantes, o Bradesco (BBDC4), Banco Votorantim, Banco ABC Brasil (ABCB4), Banco Fibra e Banco Rendimento.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 15/07/2020 - 14:13

Pela Web