Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Fundo imobiliário resiliente ao vaivém do varejo deve ser comprado agora, diz BTG

20/01/2020 - 17:39
Banco recomenda comprar fundo imobiliário da XP Investimentos (Imagem: Maceió Shopping)

A popularidade dos fundos imobiliários cresce constantemente diante da procura pelos investidores de alternativas além da renda fixa.

Inserido neste contexto, o BTG Pactual listou recomendação de compra para o fundo imobiliário XP Malls (XPML11).

O portfólio deste fundo possui 12 ativos, com 95 mil metros quadrados de ABL (Área Bruta Locável).

A taxa de inadimplência líquida dos shoppings é de 0,5% e a taxa de ocupação é de 96%.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Participações minoritárias

“O fundo tem como objetivo investir em shopping centers localizados em cidades maduras e resilientes, que tenham ABL (Área Bruta Locável) superior a 15 mil metros quadrados e alto adensamento demográfico”, explicam os analistas Daniel Marinelli e Gustavo Cambauva.

Desta forma, o XP Malls possui como estratégia de investimento a “aquisição de participações minoritárias nos ativos”, ficando a administração por conta das próprias empresas.

shopping
Fundo investe somente em shoppings estabilizados (Imagem: Unsplash/@ashenkris)

A tese de investimento está fundamentada nos seguintes pontos: (i) carteira diversificada; (ii) exposição ao segmento de shopping center; (iii) capacidade de gestão da XP Asset; e (iv) ótima liquidez.

“O segmento de shopping centers possui exposição ao varejo de forma resiliente, com baixo risco de vacância e crédito”, afirma o banco.

Otimismo

Em adição, Cambauva e Marinelli destacam os níveis baixos de juro e inflação como motivos de otimismo para o setor de shopping centers.

“Nesse sentido, espera-se um aumento nas vendas, menor inadimplência, queda da vacância, diminuição dos descontos e leasing spread positivo nos contratos de aluguéis, que possibilitarão uma maior distribuição de proventos”, completa o BTG Pactual.

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 21/01/2020 - 14:02