Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Fundo imobiliário vai surfar bem a retomada do consumo em 2020, avalia Necton

21/01/2020 - 12:46
Corretora demonstra otimismo com retomada da economia (Imagem: Shopping Penha)

Para a Necton, o fundo imobiliário Hedge Brasil Shopping (HGBS11) está pronto para aproveitar a recuperação do crescimento e do consumo.

“Acreditamos que o fundo está bem posicionado para uma retomada da economia”, dizem os analistas Glauco Legat, André Perfeito, Gabriel Machado e Sabrina Cassiano.

Segundo a corretora, a expansão das vendas no varejo e a diversificação de ativos do fundo imobiliário fundamentam a tese de investimento, além da vacância baixa.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A “boa consistência na distribuição de dividendos” e a expectativa de distribuição dos lucros acumulados também são fatores a favor deste fundo imobiliário.

Detalhamento

O CSHG Brasil Shopping é um fundo híbrido, podendo investir tanto em imóveis físicos como em ativos financeiros não tangíveis do mercado imobiliário.

O fundo imobiliário detém 12 ativos em carteira, com ABL (Área Bruta Locável) própria de 134,6 mil metros quadrados.

Shopping Penha é um dos principais no portfólio do fundo (Imagem: Shopping Penha)

O portfólio é formado através de participações nos seguintes empreendimentos: Shoppings Penha, Parque D. Pedro, São Bernardo, Mooca Plaza, Tivoli, Via Parque, Goiabeira, Praça da Moça, I Fashion Outlet, Santana, West Plaza e Floripa.

As principais concentrações do fundo estão no Shopping Penha (19%) e Parque D. Pedro (18%).

Ganhar exposição

Em linha, o Itaú BBA também listou recomendação de compra ao Hedge Brasil Shopping.

“Vemos o Hedge Brasil Shopping como uma das opções em fundos imobiliários para ganhar exposição à retomada da atividade econômica e do consumo”, avalia o Itaú BBA.

Confira o último relatório gerencial do fundo:

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 21/01/2020 - 14:01