Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Gasolina: 99 faz reajuste em repasse para motorista acompanhando mudanças dos preços

Gabriela Mackert Occhipinti
22/03/2022 - 14:40
99 implementa auxílio no ganho do motorista que aumenta sempre que combustível sobe
99 implementa auxílio no ganho do motorista que aumenta sempre que combustível sobe (Imagem: Reprodução/Facebook)

Com a disparada no preço do petróleo no mercado internacional, devido ao aumento das tensões envolvendo a Rússia e a Ucrânia, a Petrobras (PETR4) anunciou no dia 11 de março um reajuste de quase 19% no preço da gasolina e 25% no diesel.

Diante de mais um aumento no preço dos combustíveis repassado aos consumidores, o aplicativo de transportes 99 desenvolveu um auxílio para reduzir os impactos gerados nos ganhos dos seus motoristas parceiros.

O aplicativo oferece agora uma ajuda no ganho do motorista que aumenta sempre que a gasolina sobe.

Na prática, a empresa vai somar R$ 0,10 por quilômetro rodado para cada R$ 1 de aumento do combustível.

Em São Paulo, por exemplo, onde a gasolina teve uma variação de R$ 1,65 para cima em um ano, o acréscimo garantido pela 99 será de R$ 0,17 por quilômetro.

Ou seja, em uma corrida que gaste 1 litro (12km em média), o reajuste será de R$ 2,04, superando o aumento do combustível. A novidade passa a valer no dia 23 de março em todas as 1,6 mil cidades onde a empresa opera.

O app garante que “o impacto na conta dos condutores será imediato, pois o auxílio considera o aumento no preço desde março de 2021″. Isto é, o” adicional vai além do aumento mais recente e será reajustado automaticamente, mensalmente, sempre que combustível variar”.

De acordo com a 99, o objetivo é garantir o ajuste dos repasses para o motorista de olho nas flutuações no preço da gasolina.

“O adicional é importante, porque com ele eu sei o que esperar no dia de amanhã. Dá tranquilidade saber que o reajuste será automático e mensal”, afirma o motorista parceiro da 99, Moisés Gomes.

Como funciona no dia a dia do motorista

O adicional que acompanha o aumento dos combustíveis estará discriminado no recibo dos motoristas parceiros da 99
O adicional que acompanha o aumento dos combustíveis constará no recibo dos motoristas parceiros da 99 (Imagem: Divulgação)

Para os motoristas parceiros os ganhos trazidos pela iniciativa serão visíveis no recibo das corridas do app, com o nome de “Adicional Variável de Combustível”. O adicional vai variar de acordo com o valor da gasolina medido pela Agência Nacional de Petróleo (ANP).

A 99 afirma que a escolha pela gasolina aconteceu “pois é o combustível que sofreu maior alta, o que garante um adicional maior para os motoristas”.

Mas a empresa assegura que todos os motoristas se beneficiarão do reajuste, mesmo que usem outros combustíveis como álcool, diesel e GNV.

Como a base de comparação para o aumento foi o preço da gasolina em março de 2021, caso no futuro o combustível alcance valor menor do que o registrado naquela data, os motoristas não terão prejuízos.

Antes, o app considerava as seguintes variáveis para calcular a tarifa do motorista: um valor base, ganho por km e ganho por minuto.

Uber vai acabar, após nova alta dos combustíveis? Para líder dos motoristas, “é o fim”

Outras iniciativas

Ao Adicional Variável de Combustível somam-se as outras iniciativas que a plataforma vem implementando para dar mais segurança financeira aos seus parceiros, como o pacote Mais Ganhos 99.

Uma das ações do pacote, a Taxa Zero, oferece aos condutores 100% do valor das corridas em períodos e cidades específicas, além do recebimento de adicionais de congestionamento e deslocamento.

Há, inclusive, casos em que é empregada a taxa negativa, ou seja, o valor repassado ao motorista é maior que o pago pelo passageiro. Esta diferença é custeada pela empresa que busca com isso democratizar o acesso das pessoas.

Contudo, segundo o pronunciamento da Associação de Motoristas de Aplicativos de São Paulo (AMASP), as iniciativas envolvendo os recebimentos ainda não estão tão claras no momento do repasse, gerando dúvidas aos motoristas.

Além disso, a AMASP levanta algumas demandas ainda não atendidas pelo app, como, por exemplo, o trabalho na madrugada e em determinados locais.

“O motorista fica a mercê, inseguro e vulnerável, na madrugada, ou, até mesmo a noite. E também, para aqueles motoristas que durante o dia param em um local desagradável cinco minutos é uma eternidade”, diz Eduardo Lima (Duda), presidente da AMASP, em vídeo.

Última atualização por Tamires Vitorio - 22/03/2022 - 14:40

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto