Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Vitreo DTVM

Goldman Sachs se prepara para Brexit com plataforma em Paris

24/11/2020 - 8:43
Goldman Sachs
O Goldman segue os passos de empresas como Cboe Europe e London Stock Exchange na abertura de plataformas em cidades europeias para evitar interrupções no final do ano (Imagem: REUTERS/Brendan McDermid)

O Goldman Sachs planeja uma plataforma europeia de negociação de ações para garantir que clientes ainda possam comprar e vender papéis, mesmo sem um acordo pós-Brexit que permita negociações em Londres.

O banco de Wall Street solicitou permissão a reguladores franceses para lançar uma plataforma de negociação com sede em Paris chamada SIGMA X Europe, segundo o banco. O plano é abrir a plataforma antes de 4 de janeiro, caso obtenha aprovações regulatórias.

“É extremamente importante que tenhamos os recursos disponíveis para todos os nossos clientes para responder ao que acreditamos será uma mudança no cenário de liquidez na Europa e no Reino Unido pós-Brexit”, disse em entrevista Elizabeth Martin, responsável global de negociação eletrônica de ações e futuros do Goldman Sachs.

O Goldman segue os passos de empresas como Cboe Europe e London Stock Exchange na abertura de plataformas em cidades europeias para evitar interrupções no final do ano, quando o Reino Unido perde os direitos automáticos de hospedar negociações com a maioria das ações da União Europeia para clientes dentro do bloco.

Martin disse acreditar que Londres perderá a maior parte de seus volumes de negociação em ações da UE. Cerca de 30% de todas as negociações com ações europeias ocorrem em Londres, uma média de 8,6 bilhões de euros (US$ 10 bilhões) por dia em outubro, em um mercado que movimenta, em média, 26,6 bilhões de euros no total, segundo dados da Cboe.

Dark pool

A SIGMA X Europe vai operar uma espécie de mercado acionário, chamado de dark pool, e também um livro de leilões periódico.

Aceitará todas as empresas com sede na Europa regulamentadas pelas regras de mercado do bloco, conhecidas como MiFID II. A plataforma planeja começar a negociar ações da UE de 15 mercados.

A SIGMA X original do Goldman, com sede em Londres, continuará a listar tanto ações do Reino Unido quanto da UE.

O Goldman não revelou exatamente quantas pessoas se mudarão para Paris para trabalhar na SIGMA X Europe. O banco assinou um contrato de locação de 12 anos para

Goldman Sachs
A SIGMA X original do Goldman, com sede em Londres, continuará a listar tanto ações do Reino Unido quanto da UE (Imagem: REUTERS/Brendan McDermid)

um novo escritório no 16º arrondissement, o que lhe permitiria dobrar seu quadro de funcionários na capital francesa.

No mês passado, a LSE disse que sua plataforma Turquoise Europe, em Amsterdã, começará a operar em 30 de novembro, embora pretenda cancelar o plano se a União Europeia declarar que o Reino Unido pode hospedar serviços de negociação para ações da UE, por meio de um processo conhecido como equivalência.

Investidores na UE só podem comprar e vender ações de países que tenham regras tão rigorosas quanto as do bloco. As autoridades da UE ainda não concederam este reconhecimento ao Reino Unido, e associações do setor estão pessimistas em relação a um avanço antes que o acordo comercial seja fechado.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 24/11/2020 - 8:43