Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Hypera divulga termos de pagamento de R$ 110,5 milhões de fundador da empresa

04/06/2020 - 0:32
Hypera Engov HYPE3
O pagamento será feito em 4 parcelas iguais anuais, sendo a primeira em 26 de maio de 2020 (Imagem: Money Times/Gustavo Kahil)

A Hypera (HYPE3) anunciou nesta quarta-feira (3) os termos de pagamento de R$ 110,557 milhões que serão feitos pelo principal acionista e fundador da companhia, João Alves de Queiroz Filho, como o resultado de um acordo sobre pagamentos indevidos.

A antiga Hypermarcas confirmou na semana passada a existência destes pagamentos após uma apuração foi realizada por um comitê interno, constituído em 2018, depois que a Polícia Federal deflagrou a operação Tira-Teima para investigar executivos acusados de pagarem propina a políticos do MDB e do PSDB, dentre eles o ex-diretor Nelson José de Mello.

Foram encontrados indícios de pagamentos indevidos no valor de R$ 110,5 milhões, além dos R$ 33,1 milhões que foram objeto de instrumento de transação firmado com o ex-administrador, que reconheceu sua obrigação de indenizar a Hypera.

O pagamento será feito em 4 parcelas iguais anuais, sendo a primeira em 26 de maio de 2020, e as demais em 25 de maio de 2021, 25 de maio de 2022 e 25 de maio de 2023.

Sobre o saldo em aberto incidirão, até cada data de pagamento, juros equivalentes a 100% da taxa de juros Selic acumulada no período.

Caso eventual atraso no pagamento de qualquer parcela seja superior ao prazo de 30 dias, a companhia terá o direito de considerar a dívida automática e antecipadamente vencida e exigir o pagamento integral de todo o montante ainda não quitado.

“Até que as obrigações assumidas no Termo de Pagamento sejam integralmente cumpridas, João Alves de Queiroz Filho se obriga a manter, a todo tempo, uma posição acionária equivalente, no mínimo, a 50% do total detidas na data da celebração do termo”, diz a empresa.

O termo, segundo a Hypera, não configura qualquer reconhecimento de culpa por parte do executivo com relação aos danos relacionados aos resultados da apuração interna.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Gustavo Kahil - 04/06/2020 - 2:20