Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ibovespa: até quando vai a realização de lucros? Perda dos 100 mil pode acelerar queda, alertam analistas

04/08/2020 - 15:53
Mercados-Ibovespa
Caso seja rompido os 100 mil pontos, a tendência de alta no curto prazo pode ser perdida (Imagem: Diana Cheng/Money Times)

O Ibovespa (IBOV), após superar os 105 mil pontos, engatou em uma realização de lucros que já chega ao quarto dia e coloca em risco o patamar “psicológico” dos 100 mil pontos.

Segundo analistas gráficos consultados pelo Money Times, o suporte mais importante a ser testado está justamente nesta região. Caso seja rompido, a tendência de alta no curto prazo pode ser perdida.

Fábio Perina e Larissa Nappo, do Itaú BBA, apontam que as chances de alta diminuíram após o recuo de alguns índices na Europa, Japão e alguns países emergentes.

“A continuidade do movimento de alta está condicionada a superação dos demais mercados internacionais de suas máximas recentes.”, explicam. Eles veem um suporte para o Ibovespa aos 100.100 pontos.

(Imagem: Itaú BBA e Broadcast)

A equipe de análise do Santander também chama a atenção para este nível, onde passava sua antiga reta de resistência. “Na perda desse ponto, o índice poderia acelerar a queda, buscando os 97.500 e 95.200 pontos”, explicam os analistas do banco.

Na opinião da Ágora Investimentos, o índice está enfraquecido no curto prazo, respeitando a resistência na linha dos 105.500, nível que precisaria ser vencido para que o índice pudesse retomar o rali de alta.

“Do lado negativo, na perda do suporte aos 100.000, o Ibovespa confirmaria topo na região, que poderia resultar em reversão de tendência, que abriria espaço para um movimento de queda mais intenso, com buscas iniciais aos apoios mais baixos que ficaram marcados em 97.300 e 95.200 pontos”, aponta o analista Maurício A. Camargo.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Gustavo Kahil - 04/08/2020 - 16:03