Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Ibovespa dependerá de quanto a inflação ainda assusta o Banco Central e o Fed

Fernanda Mansano
09/05/2022 - 10:29
Supermercados inflação Ibovespa juros
Ainda ela: dados de inflação estarão no radar dos investidores nesta semana e mexerão com o Ibovespa (Imagem: Reuters/Ricardo Moraes)

Após uma semana de importantes informações da condução da política monetária, os mercados esperam os dados de inflação, tanto para a economia americana, como o índice de preços ao consumidor (CPI) quanto para as expectativas da economia brasileira, com os dados do IPCA, o indicador oficial da inflação no país. Além disso teremos dois dados importantes da atividade, com o resultado das vendas no varejo de março assim como do setor de serviços.

Neste cenário, a semana deverá continuar ditando os resquícios da decisão dos Bancos Centrais. Por aqui, a Ata do Copom, que será divulgada amanhã, trará mais detalhes que levaram o Copom a decidir pelo aumento já esperado de 1 ponto percentual, mas com a expectativa de mais uma alta de menor magnitude na reunião de junho.

Não há dúvida que a preocupação com a persistência inflacionária continuará dando o tom dos mercados. Em ambos os resultados para a inflação que serão divulgados na quarta-feira, os preços dos combustíveis deverão ditar uma inflação ainda pressionada, este que é um problema global e, possivelmente, veremos essa pressão nos próximos meses.

Os investidores devem observar os dados dos núcleos, que excluem itens mais voláteis como alimentação e energia. Espera-se uma trégua para os dados no Brasil, assim como da difusão, mostrará o quão a inflação segue persistente e para qual patamar os juros deverão alcançar.

Semana de volatilidade e aversão ao risco

Em outras palavras, ainda que se espere um indicador muito pressionado pelos problemas globais, que remetem aos gargalos na cadeia de produção assim como na oferta de commodities, com dados da demanda aquecida dos consumidores, tanto aqui como da economia americana, os mercados continuarão respondendo com aumento da aversão ao risco e, claro, cabe ao investidor cautela neste momento de volatilidade.

Dentre as informações econômicas importantes, dados de atividade para a economia brasileira serão divulgados tanto para as vendas no varejo assim como do setor de serviços e espera-se avanço na margem, explicado pela maior reabertura das atividades no mês assim como pelos dados positivos do mercado de trabalho.

Contudo, a atenção estará em torno das características do consumo afetadas pela inflação ao consumidor. Além disso, ambos os dados trarão melhores estimativas para o PIB do primeiro trimestre do ano, em que se espera avanço no período, ainda com o cenário de juros e inflação em patamares elevados no país.

Disclaimer

O Money Times publica matérias de cunho jornalístico, que visam a democratização da informação. Nossas publicações devem ser compreendidas como boletins anunciadores e divulgadores, e não como uma recomendação de investimento.

Receba as newsletters do Money Times!

Cadastre-se nas nossas newsletters e esteja sempre bem-informado com as notícias que enriquecem seu dia! O Money Times traz 8 curadorias que abrangem os principais temas do mercado. Faça agora seu cadastro e receba as informações diretamente no seu e-mail. É de graça!

Última atualização por Márcio Juliboni - 09/05/2022 - 10:29

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender
As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto