Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Ibovespa hesita em meio a ajustes e fiscal no radar

18/11/2021 - 12:01
Ibovespa, Mercados, Ações
Às 11:47, o Ibovespa caía 0,02%, a 102.929,34 pontos (Imagem: Diana Cheng/Money Times)

O Ibovespa não mostrava uma direção firme nesta quinta-feira, após três sessões de queda, conforme investidores seguem atentos à questão fiscal local, especialmente aos desenrolares em torno da PEC dos Precatórios.

A recuperação parcial de ações que sofreram nos últimos pregões, como Intermédica, Natura e Magazine Luiza, contribuíam do lado positivo, mas a queda nos preços do minério de ferro pesa sobre Vale.

Às 11:47, o Ibovespa caía 0,02%, a 102.929,34 pontos. Na máxima até o momento, chegou a subir a 103.757,27 pontos, após fechar no menor patamar de 2021 na véspera. O volume financeiro somava 7,1 bilhões de reais.

Apesar de flertar com o sinal positivo nesta quinta-feira, os temores do mercado com a política fiscal continuam. No centro do tabuleiro, está a PEC dos Precatórios, que trata do parcelamento de dívidas da União reconhecidas judicialmente e que abre espaço para o pagamento do Auxílio Brasil.

A PEC, que já foi aprovada pela Câmara dos Deputados, é vista como uma opção viável por parte dos investidores, mesmo não sendo considerada a melhor saída, dado os receios do mercado com potenciais “planos B” adotados pelo governo.

“A bolsa sofre um ajuste técnico e nada me garante que isso vai se sustentar ao longo do dia”, diz Pedro Galdi, analista da Mirae Asset referindo-se aos momentos de alta do Ibovespa. “Os problemas que fizeram nossa bolsa cair continuam lá”, afirma, citando, entre outros fatores, o risco da PEC voltar à Câmara.

Um texto alternativo apresentado à PEC dos Precatórios no final da tarde da quarta-feira por três senadores prevê o pagamento dessas dívidas da União fora do teto dos gastos públicos.

No exterior, o S&P 500 e o Nasdaq abriram em alta, com a fabricante de chips Nvidia avançando após resultados fortes no terceiro trimestre.

Destaques

Intermédica (GNDI3) sobe 3,6% e  Natura (NTCO3) avança 4%, dado suporte à alta do índice. Intermédica vinha de três pregões consecutivos no negativo, enquanto Natura acumulava 5 baixas seguidas. Papéis de varejistas como Magazine Luiza (MGLU3) também se recuperam.

Vale (VALE3) cedia 1,6%,  CSN (CSNA3) caía 2% e Usiminas (USIM5) recuava 3,2%, na esteira de nova queda nos preços de minério de ferro.

Os contratos futuros da commodity na China despencaram ao nível mais baixo em um ano, com perspectiva sombria de demanda por aço no país.

Petrobras (PETR3PETR4) cedia 0,3%, apesar da melhora dos preços do petróleo, que caíram mais cedo após China e EUA sinalizarem que podem acessar suas reservas de combustíveis.

Alliar (AALR3), que não está no Ibovespa, disparava 14,7%, depois de atingir máxima de 24,23%, na esteira de notícias de que Nelson Tanure fechou acordo para assumir controle da empresa.

Última atualização por Rafael Borges - 18/11/2021 - 12:01

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web