Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Ibovespa recua com Wall Street e caminha para 1ª perda semanal desde março

22/04/2021 - 17:54
Ibovespa
O Ibovespa recuou 0,58%, a 119.371,48 pontos (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

O Ibovespa (IBOV) fechou em queda nesta quinta-feira, perdendo o patamar dos 120 mil pontos, contaminado pelo viés negativo em Wall Street e caminhando para um desempenho em baixa na semana pela primeira vez desde março.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa recuou 0,58%, a 119.371,48 pontos. Na máxima, mais cedo, encostou em 121 mil pontos. O volume financeiro somou 30 bilhões de reais.

A performance semanal está negativa em 1,44%, que se confirmada quebrará uma série de três semanas de valorização.

Wall Street fechou com o S&P 500 (SPX) em queda de 0,9%, com notícias de que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, planeja quase dobrar os impostos sobre ganhos de capital servindo como argumento para realização de lucros.

De Milão à Faria Lima: conheça a marca queridinha do mercado financeiro

Biden também propôs um aumento do Imposto de Renda de 37% para 39,6%, de acordo com fontes familiarizadas com o plano.

Na visão do chefe de renda variável da Vero Investimentos, Alexandre Jung, os planos de Biden acabaram respingando um pouco na bolsa paulista. Mas ele avaliou que o dia foi de poucas informações relevantes, de estabilidade no mercado.

Destaques

Lojas Renner (LRNE3) fechou em queda de 5,99%, mais do que devolvendo a forte valorização no final da semana passada, quando as ações reagiram a notícias e rumores relacionados a uma oferta de ações da varejista, bem como especulações sobre eventuais movimentos de fusão ou aquisição.

Hapvida (HAPV3) recuou 2,75%, após precificação de oferta de ações na última terça-feira, a 15 reais por papel, em operação que movimentou 2,7 bilhões de reais. NotreDame (GNDI3), que está em processo de combinação dos negócios com a Hapvida, caiu 3,02%.

Cielo (CIEL3) subiu 6,03%, tendo de pano de fundo relatório do Goldman Sachs, no qual os analistas, embora esperem um resultado relativamente fraco no primeiro trimestre, elevaram previsão para o lucro em 2021, bem como o preço-alvo para 3,6 reais, de 3,4 reais. A recomendação de “venda” foi mantida.

Usiminas (USIM5), que divulga resultado trimestral na sexta-feira, avançou 5,36%, em meio a dados ainda fortes sobre a demanda de aço no Brasil, enquanto os preços do vergalhão de aço na China avançaram para níveis recordes.

Suzano (SUZB3) caiu 3,79%, também entre os destaques negativos, com a forte queda do dólar ante o real corroborando movimentos de realização de lucros. No ano, a ação acumula elevação de quase 19%. No setor, Klabin (KLBN11) recuou 2,63%.

Vale (VALE3) fechou com acréscimo de 0,07%, afastando-se das mínimas vistas mais cedo, após o Terminal da Ilha Guaíba (TIG) ser desinterditado pelo órgão ambiental do Rio de Janeiro Inea. Mais cedo a prefeitura local interditou as atividades de embarque acusando a empresa de violação de regras ambientais.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , , ,

Última atualização por Bruno Andrade - 22/04/2021 - 17:54

Pela Web