ImóvelTimes

Ifix corre contra o tempo para fechar mês no positivo; HSML11 quer a aquisição total do Shoppings Uberaba

31 maio 2024, 15:32 - atualizado em 31 maio 2024, 15:33
fundos-imobiliarios-fiis-altas-baixas
Em maio, o IFIX acumula uma desvalorização de 0,32% até o momento, antes do fechamento do mês. (Foto: Flávya Pereira/Money Times)

Na tarde desta sexta-feira (31), o Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX) operava em alta. Por volta das 15h20, o IFIX subia 0,33%, a 3.382,10 pontos.

O índice fechou o pregão da última quarta-feira (29), antes do feriado, com alta de 0,22%, cotado aos 3.371,11 pontos. Em maio, o IFIX acumula uma desvalorização de 0,32% até o momento, antes do fechamento do mês.

Entre os destaques positivos do dia estava o Mauá Capital High Yield (MCHY11) que avançava 3,08%, valendo R$ 9,72. Na sequência, apareciam os fundos RBR Properties (RBRP11), com alta de 3,00%, a R$ 59,44, e o  SPX SYN Multiestrategia (SPXS11), com valorização de 2,95%, a R$ 9,76.

Na ponta negativa, estava o JS Ativos Financeiros (JSAF11), que recuava 2,73%, a R$ 101,30. Tordesilhas EI Fundo de Investimento Imobiliário (TORD11) caia 1,76%, cotado a R$ 1,67, enquanto VBTG Pactual Terras Agrícolas (BTRA11) desvalorizava 0,95%, a R$ 54,45.

Além do Ifix: Destaque em FIIs nesta sexta (31)

O fundo imobiliário HSI Malls (HSML11) comunicou os cotistas, por meio de fato relevante, que assinou um aquisição compromisso de compra e venda para aquisição de parte do complexo do Shoppings Uberaba por R$ 41 milhões.

A negociação engloba a área de 6,5 mil metros quadrados do complexo do Shoppings Uberaba. Desta forma, o FII passará a deter 100% do complexo.

A área pretendida, segundo o analista da Empiricus, Pedro Honorato,  está atualmente locada para uma rede de supermercados da região, com perspectiva de geração de renda de R$ 3,7 milhões nos primeiros 12 meses após a conclusão da compra, o que proporciona um cap rate de 9% ao ano. 

O fundo pretende, caso concluída a operação, dar início ao processo de expansão do empreendimento com até três fases e um  projeto mixed use que pode gerar ganhos financeiros via permuta do terreno.

No geral, a aquisição é interessante para o HSML11 em termos de expansão de portfólio com boas perspectivas de remuneração, além de obter o controle integral de um dos principais empreendimentos da sua carteira imobiliária”, avalia Honorato. 

Ele ainda destaca que apesar do cap rate de primeiro ano ligeiramente abaixo do que o fundo entrega hoje, a execução da expansão deve agregar valor para o fundo no médio e longo prazo diante do retorno esperado pela gestão.

Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, atua há 3 anos na redação e produção de conteúdos digitais no mercado financeiro. Anteriormente, trabalhou com produção audiovisual, o que a faz querer juntar suas experiências por onde for.
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, atua há 3 anos na redação e produção de conteúdos digitais no mercado financeiro. Anteriormente, trabalhou com produção audiovisual, o que a faz querer juntar suas experiências por onde for.
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.