Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Invepar, dona do Aeroporto de Guarulhos, respira aliviada diante do coronavírus

20/03/2020 - 10:53
Sinal positivo: adiamento de obrigações dá fôlego ao caixa da Invepar (Divulgação/Facebook da GRU Airport)

A Invepar, dona GRU Airport, o consórcio que ministra o Aeroporto Internacional de São Paulo, divulgou comunicado em que saúda a Medida Provisória Nº 925, publicada ontem (19) pelo governo federal.

Entre outras medidas emergenciais para combater os efeitos da pandemia de coronavírus na economia, a MP adia para 18 de dezembro o pagamento de outorgas fixas e variáveis de aeroportos privatizados.

“Esta medida tem efeito imediato e trará alívio para o fluxo de caixa da concessionária do Aeroporto Internacional de Guarulhos – GRU Airport”, afirma o comunicado.

A Invepar acrescenta que o maior aeroporto brasileiro “teve seus negócios afetados pelas consequências do avanço do coronavírus, que incluem uma relevante redução no fluxo de passageiros para os próximos meses e o consequente cancelamento de voos”.

A empresa informou que, seguindo as orientações das autoridades sanitárias, adotou uma série de cuidados para evitar o contágio de funcionários e clientes. Entre eles, a prioridade do trabalho remoto, a realização de teleconferências, as restrições para viagens de trabalho e o reforço na higienização dos ambientes.

Veja, abaixo, o comunicado da Invepar.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Márcio Juliboni - 20/03/2020 - 10:53