Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Investidor relevante recompra 264 mil ações da OSX e dobra fatia a 8,38%

21/10/2020 - 7:28
Eike Batista OSX
Por trás da volatilidade, ocorre uma batalha judicial na OSX com Eike Batista entre os destaques (Imagem: Wilson Dias/Agência Brasil)

Com as ações da OSX, empresa de Eike Batista, operando no modo “montanha-russa” em outubro, o acionista Roberto Lombardi de Barros recomprou 264.100 papéis ordinários da companhia, e agora passa a deter participação acionária de 8,3894%.

De acordo com Lombardi , a operação realizada não visa alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da empresa, que atua no segmento de construção naval.

Vale lembrar que no último dia 14, o mesmo investidor havia se desfeito de 114 mil ações da OSX, chegando a fatia de apenas 3,97%, menos da metade do que possui hoje.

Naquele pregão de uma semana atrás, as ações tombaram mais de 28%, fechando o dia a R$ 15. Contudo, na sessão do dia 13 de outubro, logo após o feriadão, os papéis da OSX decolaram cerca de 153%, sendo negociados a R$ 21.

Na penumbra de tamanha volatilidade, ocorre uma batalha judicial pela reformulação do conselho de administração da companhia, em que de um lado Batista e acionistas controladores lutam pela eleição de uma bancada de executivos alinhados às suas ambições.

Após a Justiça do Rio de Janeiro ter barrado, na última sexta-feira (09), a convocação da assembleia de acionistas da OSX, que daria prosseguimento aos planos de Eike Batista de reformular o conselho da companhia e dar a volta por cima, o empresário sofreu mais um revés ao ter o pedido de retratação da decisão de cancelamento indeferido pela comarca carioca.

Atualmente, a OSX enfrenta um processo de recuperação judicialcom dívida bilionária, e a assembleia cancelada só terá prosseguimento quando a Justiça der aval.

Veja o comunicado da OSX:

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 21/10/2020 - 9:37