Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Investir em locação de eletrônicos com o Allugator pode render até 13% ao ano

14/09/2020 - 7:28
iPhone Apple Celulares Smartphones
O Allugator atua no mercado de locação de iPhones e outros eletrônicos (Imagem: Unsplash/@drewcoffman)

Aproveitando o cenário de taxa Selic a 2% ao ano, a fintech mineira Allugator, que atua no mercado de locação de iPhones e outros eletrônicos, lançou uma plataforma que conecta consumidores que querem ter os melhores aparelhos do mercado com investidores que lucram financiando a compra destes produtos.

No Allugator Invest, o investidor financia a aquisição de lotes de produtos e têm retornos fixos, com rendimentos que podem variar de 9% a 13% ao ano.

A plataforma aposta na atração de aplicadores mais conservadores que buscam uma opção mais rentável, mas são avessos aos riscos do mercado de renda variável. Ainda assim, é preciso considerar o dispêndio da operação.

Tratando a assinatura de smartphones, games, tablets, computadores e filmadoras como se fossem ativos financeiros, a fintech já angariou mais de 800 investidores desde que a plataforma foi ao ar no final de maio deste ano.

Mas como funciona?

Com a demanda cada vez maior de novos assinantes, a startup bolou uma maneira de escalar o negócio, chamando os investidores queiram fazer parte da empresa que registra crescimento de 40% ao mês em faturamento.

Allugator Fintech
A empresa acredita na transformação do mercado de eletrônicos (Imagem: Instagram/Allugator)

Voltado a pessoas com carteiras de R$ 2 mil a R$ 10 mil,  uma vez que o aporte é feito, o contribuinte recebe parcelas mensais referentes aos rendimentos, durante 12 ou 24 meses.

No último mês, recebe-se a parcela principal, que consiste no valor aportado. Todo o acompanhamento é feito pela própria plataforma.

E quem é o Allugator?

Fundado em 2016 pelos empreendedores mineiros Cadu Guerra e Pedro Sant’Anna, o Allugator é hoje a maior plataforma de aluguel e assinatura de eletrônicos da América Latina e a segunda maior do mundo.

“Já fizemos operações muito bem sucedidas com investidores mais tradicionais e de grande porte. O Allugator Invest foi a solução que pensamos para oferecer ao investidor de varejo”, enfatiza o CEO Guerra, que também ressalta que os investimentos em locações são os mais rentáveis do mundo.

A empresa acredita na transformação do mercado de eletrônicos.  “Assim como as pessoas pensam em Uber (UBER), ou Airbnb, ao invés de táxis e hotéis, eu quero que elas pensem em alugar celulares em vez de comprar”, completa Guerra, sinalizando uma futura mudança de mentalidade do consumidor.

Quanto maior o tempo de assinatura, menor o preço do aluguel. Os planos variam de três, seis ou até doze meses. A locação custa, em média, cerca de 40% do preço do equipamento à venda nas lojas.

Até o momento, a plataforma soma mais de 800 investidores e R$ 5 milhões sob custódia. A expectativa é chegar ao final do ano com mais 2 mil adesões e um aporte de R$ 10 milhões.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 14/09/2020 - 12:39