Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Itaú (ITUB4), Klabin (KLBN11) e mais 3 ações para bater o Ibovespa nesta semana, segundo a Warren

Giovana Leal
16/05/2022 - 11:41
ações; fundo de ações; ibovespa futuro
Warren elege Unipar e Orizon para sua carteira semanal (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

A Warren realizou duas alterações em sua carteira recomendada semanal para o período de 16 a 20 de abril. A corretora retirou as posições em Minerva (BEEF3) e Taesa (TAEE11) para dar espaço para Unipar (UNIP6) e Orizon (ORVR3).

Os analistas convocaram a Unipar para o portfólio por conta do respeito às médias curtas no gráfico semanal e a presença de um candle comprador, sugerindo retomada da tendência de alta.

Já para a Orizon, a Warren afirma que o ativo mostrou uma correção interessante no gráfico semanal, bem em cima da média de 9 períodos, deixando um candle de compra, sinalizando que pode retomar a tendência de alta que está mantendo em 2022 e buscar topo histórico em R$ 36,50.

Na última semana, a carteira da corretora encerrou a semana abaixo do Ibovespa (IBOV), com queda de 0,52%, contra uma rentabilidade de 1,70% do índice de referência.

Segundo a Warren, a carteira teve um desempenho abaixo do esperado por conta da “péssima performance” de Minerva, que caiu mais de 7% no período, afetando toda a carteira.

“O conservadorismo adotado não foi adequado para bater o IBOV, mas ainda assim obtivemos uma performance interessante dada a queda de BEEF3”, afirmam os analistas.

Confira as recomendações da Warren para esta semana:

Empresa Ticker Peso
Itaú ITUB4 20%
Orizon ORVR3 20%
Unipar UNIP6 20%
PetroRecôncavo RECV3 20%
Klabin KLBN11 20%

Disclaimer

O Money Times publica matérias informativas, de caráter jornalístico. Essa publicação não constitui uma recomendação de investimento.

Última atualização por Márcio Juliboni - 16/05/2022 - 11:41

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender
As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto