Eleições

Javier Milei vence na Espanha e na Itália, segundo jornal El Clarín

19 nov 2023, 19:37 - atualizado em 19 nov 2023, 19:37
Javier Milei segundo turno apuração presidencial eleição resultados parciais 19 novembro 2023
Segundo turno: Javier Milei assegura vitória em países europeus e larga na frente na eleição argentina (Imagem: Divulgação/ Javier Milei)

Os cidadãos argentinos que vivem na Espanha e na Itália deram a maioria dos votos ao economista ultraliberal Javier Milei, segundo o jornal El Clarín. Na Espanha, Milei obteve 69% dos votos válidos, contra 31% do peronista Sergio Massa, atual ministro da Economia do governo de Alberto Fernández. Já na Itália, o libertário registrou 58,7% dos votos totais, contra 39,3% de Massa.

Devido ao fuso-horário, a votação na Europa encerrou antes da Argentina, cujas seções eleitorais fecharam às 18h (horário local e de Brasília). Ao contrário do Brasil, em que a Justiça Eleitoral mantém um site com a totalização, em tempo real, da contagem de votos, os argentinos precisarão esperar até, pelo menos, as 21h para conhecer os primeiros dados oficiais de apuração.

  • QUEM INVESTE EM PREVIDÊNCIA PODE RECEBER UM PIX DA RECEITA FEDERAL? Fundo pode ser uma boa oportunidade para quem quer pagar menos IR e até aumentar sua restituição; confira no Giro do Mercado clicando aqui: 

Nesse intervalo, os eleitores se contentam com boletins de urnas que os mesários enviam diretamente para jornalistas, que os publicam de forma dispersa e sem nenhum método.

Milei também lidera a apuração no território argentino, segundo os boletins de urna divulgados até o momento. Segundo o canal LN+, do jornal La Nación, por volta das 18h50, Milei liderava com 58,4% dos votos válidos, contra 41,6% para Massa.

Eleição argentina: Quem é Javier Milei, que lidera o segundo turno?

Javier Milei é deputado do parlamento argentino e conquistou mais de 30% dos votos nas eleições primárias, etapa eleitoral que define quem serão os presidenciáveis. Tradicionalmente, a tendência é de que o vencedor das primárias acabe ganhando as eleições.

O economista é candidato do partido de extrema-direita La Libertad Avanza e, em 2021, foi eleito para o parlamento com o já conhecido discurso outsider, alinhando-se, de acordo com suas próprias palavras, “quase naturalmente” aos ex-presidentes Jair Bolsonaro e Donald Trump.

Milei, que se diz anarcocapitalista, defende a privatização de todas as estatais da Argentina e a dolarização completa da economia para controlar a inflação. Ele ainda fala em abolir o Banco Central, liberação irrestrita de armas de fogo e até venda de órgãos.

Diretor de Redação do Money Times
Ingressou no Money Times em 2019, tendo atuado como repórter e editor. Formado em Jornalismo pela ECA/USP em 2000, é mestre em Ciência Política pela FLCH/USP e possui MBA em Derivativos e Informações Econômicas pela FIA/BM&F Bovespa. Iniciou na grande imprensa em 2000, como repórter no InvestNews da Gazeta Mercantil. Desde então, escreveu sobre economia, política, negócios e finanças para a Agência Estado, Exame.com, IstoÉ Dinheiro e O Financista, entre outros.
Linkedin
Ingressou no Money Times em 2019, tendo atuado como repórter e editor. Formado em Jornalismo pela ECA/USP em 2000, é mestre em Ciência Política pela FLCH/USP e possui MBA em Derivativos e Informações Econômicas pela FIA/BM&F Bovespa. Iniciou na grande imprensa em 2000, como repórter no InvestNews da Gazeta Mercantil. Desde então, escreveu sobre economia, política, negócios e finanças para a Agência Estado, Exame.com, IstoÉ Dinheiro e O Financista, entre outros.
Linkedin