Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Jojo Wachsmann: Marcha silenciosa de Carnaval

12/02/2021 - 10:02
Coluna Vitreo
O mundo entra em um compasso mais lento (Imagem: Reprodução)

Bom dia, pessoal!

Apesar de estarmos com as comemorações suspensas, a Bolsa brasileira não abrirá na segunda e na terça-feira, voltando apenas após as 13 horas de quarta-feira, dia 17 de fevereiro.

Também sem liquidez proveniente do mercado asiático, o mundo entra em um compasso mais lento (bem como talvez um pouco mais vulnerável).

Por via das dúvidas, os investidores costumam ajustar suas posições em véspera de feriado, para evitar dormir comprados com a Bolsa local fechada. A Europa abre em queda, sendo seguida pelos futuros americanos. A ver…

Cautela com Brasília

Auxílio Emergencial
Mercado está atento às maneiras que Brasília tem proposto a financiar uma nova rodada de auxílio emergencial (Imagem: Agência Câmara)

Em possível fim de lua de mel, o Ministério da Economia começou a ser cobrado para entregar ao Congresso a proposta de restabelecimento do auxílio emergencial, logo depois da vitória da autonomia do Banco Central.

Se o noticiário em Brasília não cessa, investidores podem não ter a Bolsa aberta, mas ficarão definitivamente de olho em eventuais novidades sobre a temática fiscal na capital federal.

A Comissão Mista estabelecida na quarta-feira terá muito trabalho pela frente, a começar com a Lei Orçamentária Anual (LOA), em substituição à provisória Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Claro, o auxílio emergencial e maneiras de financiá-lo devem ser discutidos. A informação de três parcelas de R$ 200 começou a virar quatro de R$ 250. Se continuar assim, pode se tornar uma bola de neve. A expectativa é que Guedes consiga vincular à proposta medidas que cortem gastos e gerem receita em paralelo.

Pleno emprego no ano que vem?

Desemprego
O medo é que desemprego nos EUA predominantemente se tornará estrutural e não mais temporário (Imagem: Reuters/Robert Galbraith)

A expectativa da nova secretária do Tesouro Americano, Janet Yellen, é que os EUA recuperem a condição de pleno emprego (algo como entre 3% e 4% de desemprego formal) no ano que vem. Para isso, claro, a economista defende que o plano de estímulos seja contemplado o quanto antes.

O medo de Yellen é que, caso nada seja feito com a velocidade necessária, o desemprego predominantemente se tornará estrutural e não mais temporário — como discutimos ontem, o mercado de trabalho americano está em transição e alguns segmentos já começaram a apresentar desemprego estrutural. Sem um pacote de estímulos, a retomada do pleno emprego ficaria para 2025.

Ao mesmo tempo, a manufatura global parece já ter recuperado patamares acima dos níveis pré-pandemia, principalmente por conta da produção chinesa e europeia — por sinal, o PIB do quarto trimestre do Reino Unido foi mais forte do que o esperado, com gastos com investimentos e os gastos do governo bastante favoráveis.

De certo modo, o movimento reflete mudanças nos padrões de consumo da sociedade. As pessoas têm dinheiro para gastar, mas não podem despendê-lo em serviços, então optam por gastar em bens, restaurando a manufatura global.

O fim da guerra comercial entre EUA e China? “Sqn…”

Guerra Comercial
Guerra comercial agora tem Biden como novo personagem central (Imagem: Reuters/Jason Lee)

Diante do iminente início de um novo superciclo das commodities, o presidente Joe Biden teve sua primeira ligação telefônica com o presidente chinês Xi Jinping desde que assumiu o cargo em janeiro.

Na verdade, foi a primeira ligação entre um presidente dos EUA e Xi desde que este falou com o presidente Trump em março de 2020. Desde então, as relações entre os dois países caíram ao seu pior nível em décadas, uma vez que Trump culpava a China pela pandemia do coronavírus.

Fontes indicam que Biden começou a reunião priorizando a temática de um comércio Indo-Pacífico livre e aberto, expressando também preocupações com as práticas econômicas coercitivas e injustas da China — apesar da retórica de Trump, críticas sobre o tratamento comercial chinês vêm desde quando o país integrou a Organização Mundial do Comércio, em 2001.

Hong Kong, Taiwan e direitos humanos também foram discutidos. Na defensiva, Xi Jinping advertiu que um confronto seria um desastre para ambas as nações e que os dois lados deveriam restabelecer os meios para evitar erros de julgamento.

Sob a administração Trump, os EUA lançaram uma guerra comercial contra a China. Desde a assinatura da primeira fase do acordo, a China também falhou em cumprir suas metas para 2020, comprando pouco menos de 60% dos US$ 172 bilhões em mercadorias que deveria comprar.

É provável que Biden mantenha a pressão sobre a China por meio de uma abordagem mais multilateral, sem aumento rápido de tarifas e imprevisibilidade do Twitter.

Anote aí!

Real Moedas
Acompanhe tamanho da queda do PIB brasileiro em 2020 (Imagem: Reuters/Sergio Moraes)

Brasil fecha a semana com a apresentação do IBC-Br, índice do Banco Central que mede a atividade nacional e serve como proxy do PIB brasileiro.

Os dados de dezembro devem apresentar um crescimento de 0,4% e ajudar os economistas a finalizar suas projeções para o crescimento consolidado do ano passado. Enquanto isso, nos EUA, teremos a divulgação dos dados sobre o sentimento do consumidor de Michigan.

Há um componente de expectativas de inflação que poderá afetar o dado, uma vez que se trata de uma pesquisa de opinião. Dados do setor de energia, com relação ao petróleo, também têm destaque e podem trazer impacto ao Brasil se houver alteração no preço internacional.

Muda o que na minha vida?

Após o ruído dos mercados de varejo instáveis ​​no final de janeiro, os investidores parecem ter voltado a se concentrar nos fundamentos e jogaram as ações para cima — Nasdaq e Dow se alternam para cada um bater recorde no fechamento por dia.

Entre os contribuintes para o otimismo crescente, que também contamina positivamente a Bolsa brasileira, estava o progresso nos EUA nas negociações de estímulo entre republicanos e democratas, junto com uma declaração do presidente Joe Biden sublinhando a importância de aprovar um pacote de escala suficiente, conforme discutimos acima.

Enquanto isso, o potencial para uma normalização econômica de longo prazo foi melhorado com o lançamento e a distribuição das vacinas.

Mais de 131 milhões de doses foram administradas em 73 países, de acordo com dados coletados pela Bloomberg, enquanto nos Estados Unidos, mais americanos já receberam pelo menos uma dose do que testaram positivo para o vírus desde o início da pandemia.

No Brasil, o Ministério da Saúde informa que teremos 50% da população imunizada até junho e o restante até dezembro.

Com os sinais de infecções por Covid-19 caindo em grande parte do mundo, vemos progresso em direção a um retorno à normalidade econômica e uma recuperação mais ampla, ainda que gradual. Isso deve apoiar a recuperação dos lucros das empresas, proporcionando mais dias de alta para as ações, especialmente em partes cíclicas do mercado.

Além disso, à medida que as restrições diminuem, é provável que as pessoas queiram sair e se divertir, e se divertir significa gastar dinheiro em serviços, voltando a haver uma mudança no padrão de consumo.

Existe uma demanda empoçada hoje que está preparadinha para ser destravada. Tudo isso resulta em otimismo para os mercados.

Fique de olho!

Ontem saiu mais um Diário de Bordo bem recheado de conteúdo.

Nele, o Jojo conta como tem sido a experiência dele com a nova rede social Clubhouse e com o RadioCash, o podcast estreado por ele, o Felipe Miranda e a Ana Westphalen, que pode ser facilmente acessado nas principais plataformas de streaming, como o Spotify.

Além disso, nesse Diário de Bordo o Jojo escreveu sobre o sucesso que tem sido o Carteira Universa e revelou uma surpresa que preparamos para você, em retribuição à toda confiança em nosso trabalho.

O Jojo também contou sobre os R$ 9 bi sob custódia que alcançamos esse mês, menos de um mês depois de nosso último anúncio sobre os R$ 8 bi sob custódia que tínhamos alcançado. Isso nos mostra o quanto temos caminhado no sentido correto, do crescimento baseado em transparência.

Sobre o fundo Verde, o Jojo fez o alerta para a contagem regressiva em que chegamos.

Nesse Diário de Bordo também tem muita informação sobre criptomoedas, nossa live FoF Melhores Fundos, a indicação de lançamentos de terceiros em nossa plataforma e o nosso novo fundo lançado ontem, ligado a um ativo “inusitado”, mas que já entregou mais de 110% de lucro nos últimos meses..

Para ficar por tudo de tudo o que o Jojo escreveu ontem, clique neste link e acesse o conteúdo na íntegra. A gente garante que vai valer muito a pena.

[EU QUERO LER O DIÁRIO DE BORDO]

Um abraço,

Jojo Wachsmann

Gostou desta notícia? Baixe o nosso app para ler, em apenas um clique, esta e mais de 150 matérias diárias.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 12/02/2021 - 10:02

Pela Web