Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Lançamento da CME Bitcoin Options foi um sucesso

15/01/2020 - 10:37
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
cme group
Os volumes de negociação da CME Group foram melhores em apenas dois dias do que os da Bakkt em um mês (Imagem: Money Times)

O CME Group lançou, com sucesso, a negociação de opções de bitcoin em sua corretora de derivativos nesta segunda.

Agora, investidores, empresas de bitcoin e mineradores podem fazer hedge ou especulação do preço de bitcoin usando opções regulamentadas de bitcoin.

Em resposta à demanda crescente para esse tipo de derivativo financeiro, corretora de derivativos de Chicago, CME, lançou sua negociação de opções de bitcoin.

Suas opções de bitcoin são opções de contratos futuros de bitcoin. Isso significa que nenhum câmbio “físico” de bitcoin ocorre quando o contrato de opções expira.

CME Options na Bitcoin Futures está no ar

CME Group oferece opções em contratos futuros de bitcoin com preços de exercício que variam de US$ 1 mil a US$ 70 mil, e as datas de expiração vão até dezembro de 2021.

Cada contrato de opções tem um contrato de futuros equivalente a cinco bitcoins (quase US$ 43,8 mil) como o subjacente e é denominado em dólares americanos.

CME Bitcoin Options são no estilo europeu: só podem ser executados na data de expiração e usam a Taxa de Referência de Bitcoin (BRR, do inglês Bitcoin Reference Rate) da CME e da CF (Crypto Facilities) para a precificação.

Para mineradores e empresas de bitcoin que buscam fazer o hedge de suas posições compradas em bitcoin, CME Bitcoin Options oferece uma solução ideal.

Já que opções fornecem ao detentor o direito, mas não a obrigação de comprar (ou vender) o ativo subjacente a um preço pré-estabelecido, permite que hedger se protejam contra uma queda de preço do bitcoin a um custo relativamente baixo sem perder o possível preço valorizado.

Especuladores, por outro lado, podem usar CME Bitcoin Options para configurar apostas alavancadas no desenvolvimento de preço do bitcoin.

Por exemplo, um especulador muito otimista poderia adquirir uma posição de compra no dia 20 de dezembro com um preço de exercício de US$ 50 mil.

Caso o preço do bitcoin disparasse acima de US$ 50 mil até o fim do ano, o comprador da opção teria um lucro, calculado pela diferença entre o preço da BRR do contrato futuro subjacente e os US$ 50 mil do preço de exercício menos o prêmio (preço) da opção.

CME ultrapassa a Bakkt em apenas um dia

No primeiro dia de negociações, mais contratos de opções de bitcoin foram negociados na CME do que na Bakkt, plataforma de negociações de bitcoin apoiada pela ICE, que apresentou o derivativo de bitcoin no início de dezembro.

CME Group negociou 55 contratos equivalentes a US$ 2,1 milhões em bitcoin, enquanto sua adversária nova-iorquina Bakkt só viu US$ 1,15 milhão em volumes de negociação de opções.

Esses números indicam que existe interesse entre negociadores para esse tipo de derivativo e que podemos esperar pelo aumento no volume de negociação durante o ano.

No entanto, a verdadeira questão é se opções de bitcoin vão atrair mais investidores profissionais e institucionais para os mercados de ativos digitais.

Um nível recorde de alta na CME Bitcoin Futures indica que foi causado por grandes detentores de juros, empresas que detém mais de 25 bitcoins (US$ 218 mil), o que sugere que o interesse por negociação regulamentada de derivativos de bitcoin está crescendo.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 15/01/2020 - 10:37