Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Liberação de crédito do compulsório será acelerada com Nova Previdência, diz XP

16/10/2019 - 10:45
Dinheiro
Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central (BC), disse que apenas R$ 5 bilhões dos R$ 20 bilhões liberados pelo compulsório sobre depósitos a prazo foram para crédito (Imagem: Pixabay)

A XP Investimentos continua vendo espaço para uma maior dinâmica no volume de crédito no Brasil, que avança lentamente. A corretora espera que gatilhos como a aprovação da reforma da Previdência e o crescimento do PIB acelerem a liberação de crédito no mercado.

Na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central (BC), disse que apenas R$ 5 bilhões dos R$ 20 bilhões liberados pelo compulsório sobre depósitos a prazo foram para crédito.

O fato, de acordo com a XP, já não é novidade, “uma vez que os dados do próprio Banco Central e os balanços dos bancos já mostravam o tímido avanço no volume de crédito, principalmente nos bancos públicos”.

No mês passado, Campos Neto disse que é possível exigir “muito menos” que os R$ 450 bilhões atuais em depósitos compulsórios dos bancos, e voltou a falar sobre a intenção da autarquia em transformar o real em moeda conversível.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Recomendações

A XP tem recomendação de compra para o Bradesco (BBDC4), com preço-alvo por ação de R$ 45 e potencial de valorização em 12 meses de 29,35%.

Para os papéis do Banco do Brasil (BBAS3), a corretora também recomenda compra, com preço-alvo a R$ 39 e potencial em 13,54%.

Já para o Santander (SANB11), a recomendação é neutra, com preço-alvo de R$ 51 e potencial de 10,75%.

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 16/10/2019 - 10:45