Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Lucro da Petrobras deve despencar 97% no 2º trimestre, segundo BB Investimentos

22/07/2020 - 11:52
O BB Investimentos estima uma queda de 23% da receita líquida no segundo trimestre, para R$ 56 bilhões (Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker)

O time de analistas do BB Investimentos está na expectativa pelos resultados da Petrobras, previstos para sair no dia 30 de julho. De acordo com Daniel Cobucci, autor do relatório divulgado nesta quarta-feira (22), a companhia deve apresentar números negativos no segundo trimestre, com receitas e vendas menores.

A Petrobras divulgou ontem os dados operacionais do período. A produção média de óleo, LGN e gás natural atingiu 2,8 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), representando um crescimento de 6,4% ante o mesmo intervalo de 2019.

O volume de vendas total atingiu 2,826 milhões de bpd, sendo 1,738 milhões pelo mercado interno e 1,088 milhões do mercado externo. A empresa explicou que o aumento em relação ao segundo trimestre do ano passado se deve à recuperação da demanda de diesel e gasolina em maio e junho, severamente impactada nos meses anteriores devido à pandemia de covid-19.

Na avaliação do BB Investimentos, os efeitos do coronavírus foram registrados em todas as áreas operacionais da Petrobras, o que explica a projeção mais pessimista sobre o balanço da companhia.

O BB Investimentos estima uma queda de 23% da receita líquida no segundo trimestre, para R$ 56 bilhões. O lucro deve despencar 97% no comparativo anual, de R$ 19 bilhões para R$ 609 milhões, enquanto o Ebitda cairá 57%.

Apesar disso, existem pontos positivos a ser levados em consideração.

“As boas notícias estão ligadas ao menor patamar de despesas, frutos das melhorias operacionais já apresentados nos últimos trimestres, o que deve colaborar para a manutenção de uma margem Ebitda acima dos 40% (apesar de esperarmos maiores despesas de vendas por conta do forte volume exportado no período, em linha com o primeiro trimestre de 2020)”, afirma Cobucci.

PETR4 PETR3 Petrobras Pré-sal
A produção média de óleo, LGN e gás natural atingiu 2,8 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed) entre abril e junho de 2020 (Imagem: LikendIn/Petrobras)

O BB Investimentos também observa que a recuperação dos preços do petróleo no fim do trimestre podem mitigar parcialmente os impactos negativos.

“Assim, apesar de esperarmos um resultado negativo, mantemos nossa visão otimista para a Petrobras, mantendo nossa recomendação de compra e preço alvo para o fim de 2020 de R$ 23,50 a PETR3 e PETR4“, conclui o analista.

Salva pelas exportações

O Credit Suisse defende a resiliência da empresa estatal durante a crise da pandemia. O analista Regis Cardoso destaca que a queda de 13% das vendas no mercado interno foi parcialmente compensada pelo avanço de 59% das exportações, sendo a Ásia a região de destaque.

O banco reitera sua recomendação de outperform (desempenho acima da média do mercado) para as ADRs (American Depositary Receipts) da empresa (PBR) negociadas na Bolsa de Nova York, com preço-alvo em 12 meses de US$ 15.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 22/07/2020 - 11:52