Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Lucro das empresas abertas cai 4% no 1º tri, diz Economatica; Vale lidera ganhos

15/05/2017 - 19:50

Por Ângelo Pavini, da Arena do Pavini

O lucro de 228 empresas abertas da bolsa brasileira, sem contar Petrobras, Vale, Oi e Eletrobrás, teve queda de 4% no primeiro trimestre de 2017 em comparação ao mesmo período de 2016, segundo levantamento feito pela Economatica. Doze dos 24 setores analisados têm queda em 2017.

Para o levantamento, foram consideradas todas as empresas que apresentaram seus balanços à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) até o meio dia do dia 15 de maio de 2017. A Economatica atualiza em sua plataforma os demonstrativos financeiros em até 30 minutos após terem sido publicados na CVM.

Sem Petrobras, Vale SA, Oi e Eletrobrás

O levantamento foi feito sem a Petrobras, Eletrobrás, Vale SA e Oi já que a variação do lucro dessas empresas no período analisado é muito elevada e distorce o estudo geral das empresas. Vale teve um lucro de R$ 7,9 bilhões, Eletrobrás, de R$ 1,4 bilhões, Petrobras, de R$ 4,4 bilhões, enquanto a Oi teve prejuízo de R$ 200 milhões.

O lucro acumulado de 228 empresas no primeiro trimestre de 2017 é de R$ 30,3 bilhões, valor 4% menor que o mesmo período de 2016 quando as mesmas empresas registraram R$ 31,5 bilhões de ganho.

Bancos lideram ganhos

O setor com maior lucro acumulado no primeiro trimestre de 2017, com 18 instituições, é o de Bancos. Com R$ 15,4 bilhões, os bancos registraram crescimento do lucro de R$ 1,15 bilhões, ou 8,1%. O segundo setor mais lucrativo é o de Alimentos e bebidas, com R$ 2,08 bilhões; em 2016 o setor registrou R$ 3,09 bilhões.

Construção e comércio têm perdas

Somente dois setores registram prejuízo consolidado no primeiro trimestre de 2017. O setor de Construção, com 13 empresas, tem R$ 216,7 milhões de prejuízo e o setor de Comércio, com R$ 113,6 milhões, é o segundo setor a registrar prejuízo.

Economatica

Dos 24 setores avaliados, 12 setores têm queda de lucratividade no primeiro trimestre de 2017 com relação ao mesmo período de 2016. O setor de Papel e Celulose com quatro empresas é o que tem a maior queda com R$ 1,80 bilhões. No primeiro trimestre de 2016 o setor registrou lucro de R$ 3,17 bilhões contra R$ 1,36 bilhões no ano de 2017.

Com grandes empresas, lucro cresce 41,8%

O lucro das 232 empresas da bolsa no primeiro trimestre de 2017, contando com Vale, Petrobras, Oi e Eletrobrás, é de R$ 43,8 bilhões contra R$ 30,9 bilhões no mesmo período de 2016, crescimento de 12,9 bilhões ou 41,8%.

Vale e Itaú lideram lucros

A Vale é a empresa com maior lucro líquido no primeiro trimestre de 2017 com R$ 7,89 bilhões, crescimento de 25% com relação ao mesmo período de 2016 quando a empresa registrou R$ 6,31 bilhões. A segunda empresa mais lucrativa é o ItauUnibanco com R$ 6,05 bilhões.

Entre as 20 empresas mais lucrativas em 2017 o setor que mais se destaca na lista é o de Bancos, com cinco instituições.

Abaixo a lista com as 20 empresas mais lucrativas no primeiro trimestre de 2017.

Economatica

 

Leia mais sobre: , ,

Última atualização por - 05/11/2017 - 14:04

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto