Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Mineradores de Bitcoin podem levar até 3 anos para recuperar seus investimentos, de acordo com analista

03/12/2019 - 17:00
Espera-se que o corte de bitcoins, geralmente tenha um efeito significativo no preço do bitcoin (Imagem: Cryptowatch)

Em sua conta no Twitter, a analista Dovey Wan, sócia fundadora da startup Primitive Venture, especializada em investimentos em criptomoedas, reportou sobre o retorno de capital para mineradores que pode levar até 3 anos, utilizando-se máquinas tipo ASIC.

 


Wan, que é reconhecida por suas análises do ecossistema chinês, analisou os cálculos sobre o capital de investimento necessário para equipamentos como o Antminer S17 ou o Whatsminer M20S. Ambos são equipamentos ASIC (circuito integrado específico para aplicativo) de última geração para mineração de Bitcoin, fabricados pela Bitmain e pela MicroBT, respectivamente. Wan também considerou um custo elétrico de US$ 0,05 por quilowatt/hora.

O custo de um dispositivo Antminer S17 pode variar entre US$ 2.629 a US$ 5.266, dependendo do país e do fornecedor. Com um preço de Bitcoin calculado a uma taxa atual de US$ 7.319, essa mineradora poderia ter um retorno aproximado de US$ 2.280,91 por ano, após descontar despesas elétricas, como as usadas por Wan.

No caso do Whatsminer M20S, cujo preço atual está entre US$ 2.389 a US$ 3.950, a página estima que sua lucratividade seria de US$ 2.105,63 por ano. No entanto, a ASIC Miner Value, um site que analisa e compara todos esses equipamentos, mostram uma queda na lucratividade de ambas as máquinas desde setembro deste ano.

A Ceteris Paribus, também analisou a lucratividade de uma mineradora canadense, a Hut8. Que publicou há poucos dias, seu relatório de despesas e receita, com mineração. A Ceteris analisou os números e viu discrepâncias entre dados publicados.

A Hut8 publicou que gasta em média US$ 4.3 mil por mineração, mas não levou em consideração os custos de depreciação, despesas fixas e variadas. Para a Ceteris, o custo real é de US$ 7.1 mil. O que torna o empreendimento impagável, visto que o Bitcoin está valendo nesse momento US$ 7.365. Com a atual cotação, a operação da Hut8, por exemplo, está deficitária.

Como ressaltou a Ceteris em outro tweet, a expectativa para essa operação, é a proximidade do halving, onde o fornecimento de Bitcoins será limitado pela metade. Permitindo assim que a moeda se valorize, mantendo-se os custos atuais de mineração. Leia mais sobre a febre de mineração no Texas aqui.

As recentes quedas no mercado abalaram os mineradores de Bitcoin, com muitos deles decidindo fechar. A taxa de hash da rede caiu 24% (atingindo o mínimo histórico), de acordo com o Blockchain.com. A taxa de hash é uma medida usada para estimar a energia usada na mineração de uma moeda virtual. Diz-se que a queda provavelmente será alimentada pela saída de mineradores que preferem colocar seus recursos em mimetizar outros ativos digitais.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Leandro França de Mello - 03/12/2019 - 14:15

Cotações Crypto
Pela Web