Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Minério de ferro cai 0,2% nesta sexta-feira e fecha semana com recuo de 1,2%

27/03/2020 - 8:43
Minério de ferro
O contrato mais negociado do minério de ferro em Dalian encerrou uma sessão volátil com queda de 0,2%, a 659 yuans (Imagem: REUTERS/Stringer)

Os contratos futuros de minério de ferro na China marcaram sua primeira queda semanal em quatro nesta sexta-feira, com o aumento das consequências econômicas da pandemia de coronavírus obscurecendo as perspectivas de demanda por matérias-primas e produtos siderúrgicos.

No entanto, as expectativas de interrupções no fornecimento após os bloqueios em todo o mundo para conter o contágio limitaram as perdas do minério de ferro.

O contrato mais negociado do minério de ferro em Dalian encerrou uma sessão volátil com queda de 0,2%, a 659 yuans (93,20 dólares) por tonelada e perdeu 1,5% nesta semana.

As preocupações com a oferta, no entanto, também apoiaram os preços spot.

O minério de ferro de referência no mercado físico ficou estável em 87 dólares a tonelada, recuperando de uma baixa de seis semanas de 84,50 dólares atingida na segunda-feira, com base em dados da consultoria SteelHome.

Apesar das preocupações com a demanda, o minério de ferro de Dalian subiu 16% em relação a uma mínima de quase três meses em 4 de fevereiro e avançou 1,9% até agora este ano, enquanto países produtores de minério de ferro começam a aplicar medidas de contenção de coronavírus.

Minério de ferro Vale
Apesar das preocupações com a demanda, o minério de ferro de Dalian subiu 16% em relação a uma mínima de quase três meses em 4 de fevereiro e avançou 1,9% até agora este ano (Imagem: Alberto Ruy/MInfra)

“Os preços do minério de ferro no curto prazo permanecem resilientes, com o aumento da produção de aço na China, o declínio do estoque portuário e a possível exportação reduzida de minério de ferro da África do Sul e da Índia”, disse Helen Lau, analista da Argonaut Securities em Hong Kong.

Os principais exportadores de minério de ferro da Austrália e do Brasil também foram afetados por restrições, o que poderia prejudicar os embarques para a China, maior consumidor mundial de minério de ferro e responsável por mais da metade da produção mundial de aço.

Lau disse que pode levar tempo para a economia global se recuperar, apesar do apoio fiscal e monetário maciço lançado em todo o mundo.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Lucas Simões - 27/03/2020 - 8:43