Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Minério de ferro encerra a sexta-feira com alta de 0,83% em Dalian

17/01/2020 - 10:12
Minério de Ferro Mineração Commodities
O ativo com o maior volume de operações encerrou com alta de 0,83% a 669,50 iuanes por tonelada (Imagem: Unsplash/@dominik_photography)

A jornada desta sexta-feira teve como característica a moderada valorização na cotação dos contratos futuros do minério de ferro, negociados na bolsa de mercadorias da cidade chinesa de Dalian. O ativo com o maior volume de operações, com data de vencimento para maio deste ano, encerrou com alta de 0,83% a 669,50 iuanes por tonelada, o que representa ganhos de 5,50 iuanes em relação aos 664,00 iuanes/t de liquidação da véspera.

No mesmo sentido, a sessão também teve como marca os ganhos dos preços dos papéis futuros do vergalhão de aço, transacionados na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai. O contrato com mais liquidez, com entrega para maio de 2020, somou 37 iuanes para 3.595 iuanes por tonelada. O de janeiro, o mais curto, avançou 9 iuanes para 3.691 iuanes por tonelada.

Os índices acionários da China avançaram nesta sexta-feira em meio a mais sinais de resiliência na segunda maior economia do mundo, embora tenham registrado perdas semanais modestas com realização de lucros após ganhos diante do otimismo com o acordo comercial com os Estados Unidos.

O crescimento econômico da China desacelerou para o nível mais fraco em quase 30 anos em 2019 em meio à guerra comercial com os Estados Unidos, e mais estímulo é esperado este ano conforme Pequim tenta ampliar o investimento e a demanda.

Mas dados divulgados nesta sexta-feira também mostraram que a segunda maior economia do mundo terminou o ano um pouco mais firme depois que a trégua comercial reanimou a confiança empresarial e medidas para o crescimento parecem finalmente ter começado a fazer efeito.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Diana Cheng - 17/01/2020 - 10:12