Minerva quer mais dinheiro com o sebo. Seu biodiesel agora vai gerar CBio

19/05/2021 - 11:35
Carnes
Sebo gerado nos frigoríficos é a segunda biomassa mais participativa no biodiesel (Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker)

O sebo animal é a segunda mais representativa biomassa na produção de biodiesel. E o Minerva Foods (BEEF3), terceira maior exportadora de carne bovina, vai aproveitar a geração desse subproduto em suas 10 plantas brasileiras e fazer mais dinheiro.

A Minerva Biodiesel está certificada ao RenovaBio e vai emitir Crédito de Descarbonização (CBios), referentes aos lotes do biocombustível que serão vendidos para mistura ao diesel de petróleo.

O potencial projetado, segundo a empresa, é de 98.337 ativos negociados na B3 (B3SA3).

A companhia não informou a sua capacidade de geração de sebo, a partir da capacidade instalada de abate. O total conhecido é superior 26 mil animais por dia, porém agregados a todas 25 unidades na América do Sul.

O grupo vai se juntar à líder nacional em produção e exportação, a JBS (JBSS3), nesse mercado que valoriza a menor emissão de carbono.

Gostou desta notícia? Baixe o nosso app para ler, em apenas um clique, esta e mais de 150 matérias diárias.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 19/05/2021 - 11:58

Pela Web