Morgan Stanley fornecerá exposição a bitcoin em doze de seus fundos institucionais

01/04/2021 - 12:09
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Agora, clientes institucionais do grande banco poderão obter exposição ao bitcoin por meio de doze fundos mútuos (Imagem: Unsplash/executium)

Em um documento regulatório desta quinta-feira (1º), o banco de investimentos de Wall Street Morgan Stanley afirmou que um número de fundos institucionais poderá obter exposição ao bitcoin (BTC) na forma de futuros firmados em dinheiro do Bitcoin Trust (GBTC) da Grayscale.

O documento nomeia doze fundos, incluindo Counterpoint Global que, segundo a Bloomberg News, estava considerando investir ou adotar uma estratégia de exposição ao bitcoin.

Certos Fundos podem obter exposição ao bitcoin de forma indireta por meio de futuros firmados em dinheiro ou por meio de investimentos no Bitcoin Trust (“GBTC”) da Grayscale, um veículo privado que investe em bitcoin.

À medida que um Fundo investe em futuros de bitcoin ou no GBTC, irá fazê-lo por meio de uma subsidiária integral, que será organizada como uma empresa isenta sob as leis das Ilhas Cayman. Um Fundo pode, por vezes, não obter exposição ao bitcoin.

O documento também indica o grau em que cada fundo pode obter exposição, sugerindo que até 25% de seus ativos respectivos podem ser direcionados a produtos de bitcoin.

Advantage Portfolio, Asia Opportunity Portfolio, Counterpoint Global Portfolio, Developing Opportunity Portfolio, Global Advantage Portfolio, Global Permanence Portfolio, Global Opportunity Portfolio, Growth Portfolio, Inception Portfolio, International Advantage Portfolio, International Opportunity Portfolio e Permanence Portfolio podem, de acordo com suas estratégias de investimento principais, investir até 25% de seus ativos totais em uma subsidiária integral do Fundo, organizada como uma empresa sob as leis das Ilhas Cayman”, afirma o documento.

“Cada Subsidiária pode investir em GBTC, futuros de bitcoin firmados em dinheiro e outros investimentos.”

Em março, Morgan Stanley revelou que começaria a oferecer a seus clientes institucional de gestão privada de riquezas acesso a fundos relacionados a bitcoin.

Ao mesmo tempo, a unidade de gestão de riquezas elaborou uma nota a investidores que destacou um argumento sobre criptomoedas como uma emergente classe de ativos passível de investimentos.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 01/04/2021 - 12:09

Cotações Crypto
Pela Web