Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Movida também pode ganhar com fusão de Localiza com Unidas, diz Credit Suisse

24/09/2020 - 9:59
Movida
Em relação a combinação de negócios, o Credit aguarda pela movimentação do Cade e espera novas medidas para que o negócio siga em frente (Imagem: LinkedIn/Movida Aluguel de Carros)

A Movida (MOVI3) também pode se beneficiar com a fusão da Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3), na visão do Credit Suisse.

De acordo com o relatório enviado ao mercado pelo banco, quaisquer medidas impostos à empresa nova empresa provavelmente representariam oportunidades de crescimento significativas e lucrativas para todas as empresas em questão, inclusive a Movida.

No lado negativo, os analistas afirmam que a empresa formada pela fusão será muito maior que a Movida, o que pode deixar a mesma em um nível desigual para competir.

Em relação a combinação de negócios, o Credit aguarda pela movimentação do Cade e espera novas medidas para que o negócio siga em frente, mas vê o anúncio como transformador e um catalisador de coisas positivas para ambas as empresas.

“A combinação das duas empresas pode render sinergias significativas com ganhos de escala nos custos corporativos, otimização da frota, aumento do poder de barganha, fechamento de lojas e franquias e melhor estrutura de capital. No entanto, em nossa opinião, esses benefícios poderiam ser parcialmente compensados ​​por possíveis medidas judiciais impostas pelo Cade”, afirmou o banco.

Pensando nos riscos, o banco também citou, especialmente para os acionistas da Unidas, que a empresa pode permanecer estagnada se for distraída pela transação e se concentrar apenas no processo de aprovação. De acordo com eles, isso seria um risco se o negócio não for concretizado por algum motivo.

Outras visões

Segundo a Ágora, a união das companhias pode criar uma sinergia de R$ 5 bilhões de valor presente líquido. “Com uma frota combinada de cerca de 470 mil carros, a “nova Localiza” será 4,3 vezes maior que a Movida, o novo segundo maior player”, disseram os analistas Victor Mizusaki e Ricardo França.

UBS estima que a incorporação das companhias gerará ganhos de sinergia capazes de catapultar o lucro da empresa resultante. Em relatório assinado por Rogério Araújo, Nahan Silva e Andressa Varotto, e obtido pelo Money Times, o banco suíço estima que o negócio pode disparar uma alta de 12% a 36% no lucro líquido combinado.

Esse incremento seria gerado pelos ganhos de sinergia, estimados entre R$ 140 milhões e R$ 420 milhões. Segundo o UBS, metade dos ganhos viria da melhoria operacional da Unidas, e a outra metade, da economia com despesas gerais e administrativas.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Fernandes - 24/09/2020 - 9:59