Streaming

Netflix amplia repressão ao compartilhamento de senhas em todo o mundo

23 maio 2023, 18:07 - atualizado em 23 maio 2023, 18:07
Netflix
A Netflix anunciou no ano passado que limitaria o compartilhamento de senhas e já havia testado várias abordagens em alguns mercados (Imagem: Rafael Borges/ Money Times)

A Netflix ampliou nesta terça-feira sua campanha de repressão ao compartilhamento de senhas para os Estados Unidos e mais de 100 outros países, alertando os usuários de que suas contas não podem ser compartilhadas gratuitamente com pessoas de fora de suas residências.

A empresa pioneira no streaming de vídeo tem procurado novas maneiras de ganhar dinheiro, pois enfrenta sinais de saturação do mercado, com esforços que incluem a repressão de senhas e um novo serviço com suporte de anúncios.

A Netflix disse nesta terça-feira que está enviando e-mails referentes ao compartilhamento de contas para clientes em 103 países e territórios, incluindo Estados Unidos, Reino Unido, França, Alemanha, Austrália, Cingapura, México e Brasil.

Os e-mails afirmam que uma conta da Netflix só deve ser usada em uma família. Os clientes pagantes podem adicionar um membro fora de suas casas por uma taxa adicional. Nos Estados Unidos, essa taxa é de 8 dólares por mês.

Os membros também podem transferir o perfil de uma pessoa para que o usuário possa manter seu histórico de visualização e recomendações.

A Netflix anunciou no ano passado que limitaria o compartilhamento de senhas e já havia testado várias abordagens em alguns mercados.

De acordo com as novas políticas, pessoas da mesma casa podem continuar compartilhando a mesma conta da Netflix e podem usá-la em vários dispositivos quando viajam, disse a empresa.

Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.