NFT: entenda a revolução digital causada por esse selo de autenticidade

25/05/2021 - 18:15
Como a chave criptográfica dos produtos é armazenada no Blockchain Ethereum, é possível realizar uma venda e receber o pagamento em criptomoedas (Imagem: Pixabay/Die-Wirtschaftsnews)

Você já conhece a tecnologia que vem ajudando artistas e criadores a ganhar renda durante a pandemia? O NTF existe desde 2012, mas vem sendo considerado a nova cultura de autenticações digitais, porque ainda está ganhando espaço e conquistando o apreço dos entusiastas da tecnologia.

Mas, antes de explicar como isso tem ajudado na renda de algumas pessoas, é preciso entender como funciona. O NFT emite um selo de autenticidade para ativos digitais, a partir da tecnologia blockchain.

Assim, esses produtos são marcados com códigos únicos e inalteráveis, criando uma cadeia de informações descentralizada para que todas as transações de compra e venda sejam rastreáveis.

É considerado um ativo digital tudo que esteja no ciberespaço, ou seja, fotos, vídeos, artes, músicas, aplicativos, cursos, domínios e tantas outras coisas. Esses produtos podem ser facilmente baixados, copiados e compartilhados; por isso, o NFT surge como uma garantia do direito à propriedade para os criadores.

Essa tecnologia vem chamando a atenção de diversos artistas e criadores por conta dos benefícios.

Além da emissão do selo de autenticidade, que entrega aos compradores a exclusividade de posse que a internet não permitia, grande parte da venda dos ativos é realizada pela Ethereum, a segunda criptomoeda mais famosa, atrás apenas da Bitcoin.

Como a chave criptográfica dos produtos é armazenada no Blockchain Ethereum, é possível realizar uma venda e receber o pagamento em criptomoedas, o que é ótimo diante da grande valorização das moedas digitais. Apesar disso, há quem prefira vender os ativos NFT através do bom e tradicional dinheiro – é menos comum, mas igualmente possível.

A banda Kings of Leon é uma das que estão entrando na onda do NFT. Em março deste ano, o grupo se tornou o primeiro a lançar um disco nessa nova modalidade. O sucesso foi tão grande que “When You See Yourself” já lucrou mais de US$ 2 milhões. Além dos direitos autorais, os compradores podem optar por pacotes com ingressos para os próximos shows ou artes audiovisuais exclusivas.

Outro segmento que vem movimentando o mercado de NFT são os esportes – em especial, o basquete. Com o NBA Top Shot, fãs podem adquirir pacotes de destaques em vídeos, que funcionam como uma espécie de cards esportivos digitais. Um destaque de LeBron James, por exemplo, foi vendido por cerca de US$ 200 mil.

Esses são apenas alguns entre os tantos exemplos que mostram o potencial que o NFT tem, principalmente na pandemia, por conta da diminuição do acesso ao entretenimento. Por isso, essa tecnologia surgiu como uma possibilidade de renda para os artistas e uma nova forma de consumo para os fãs.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 25/05/2021 - 18:15

Cotações Crypto
Pela Web