Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Novo bilionário britânico ficou rico com DVDs e proteínas

20/09/2020 - 15:09
Moulding, de 48 anos, estudou economia industrial na Universidade de Nottingham, se formou em contabilidade e trabalhou para o bilionário britânico John Caudwell antes de fundar em 2004 a The Hut Group (Imagem: Site/THG)

Matthew Moulding disse uma vez que seu negócio de varejo online quase acabou com suas economias. Hoje, ele faz parte do clube dos ultrarricos do mundo.

As ações da THG Holdings, operadora de comércio eletrônico britânica cofundada pelo empresário, subiram 25% na estreia na bolsa depois que a empresa levantou 1,9 bilhão de libras (US$ 2,4 bilhões) no segundo maior IPO da Europa neste ano e o maior da Bolsa de Londres desde junho de 2017. A participação de Moulding valia cerca de US$ 2 bilhões no último fechamento.

É o aparecimento atípico de uma grande fortuna em tecnologia no Reino Unido. Embora a pandemia de coronavírus tenha impulsionado o patrimônio de empresários em e-commerce, videoconferência e jogos online ao redor do mundo, o setor de tecnologia permaneceu relativamente tranquilo no Reino Unido, onde empresários industriais e proprietários de terras aristocráticos como Jim Ratcliffe e Hugh Grosvenor dominam as primeiras fileiras dos mais ricos do país.

Um porta-voz da THG não quis comentar.

Moulding, de 48 anos, estudou economia industrial na Universidade de Nottingham, se formou em contabilidade e trabalhou para o bilionário britânico John Caudwell antes de fundar em 2004 a The Hut Group – como a THG era anteriormente conhecida – com John Gallemore, diretor financeiro da empresa.

Eles começaram vendendo CDs e DVDs, mas agora administram uma empresa que opera sites como Coggles.com e Myprotein.com, que vendem produtos de beleza e nutrição.

A ação da THG é vista com otimismo por causa da plataforma de tecnologia da empresa, que lhe permite oferecer soluções para grandes e dinâmicas empresas de bens de consumo, em vez de produtos para sua unidade de varejo online, disse Colin McLean, diretor de investimentos da SVM Asset Management.

A empresa é avaliada em 6,1 bilhões de libras após oferecer cerca de 376 milhões de ações – ou 35% da operadora de comércio eletrônico – a 5 libras cada. O IPO teve forte demanda: os subscritores encontraram compradores para todas as ações em menos de 20 minutos.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Fernandes - 17/09/2020 - 15:29