AgroTimes

O que acontece com o AAZQ11? Fiagro cai mais de 16% no ano com esquema ilegal de créditos de carbono no radar; entenda

14 jun 2024, 12:55 - atualizado em 14 jun 2024, 12:55
AAZQ11 fiagro
A gestora do fiagro investe em um fundo com exposição a um CRA emitido por uma empresa envolvida em esquema de vendas de crédito de carbono (Imagem: Getty Images/Canva)

O Fiagro (Fundo de Investimento em Cadeias Agroindustriais) AZ Quest Sole (AAZQ11) recuava 13,42% no acumulado do último mês até 12h20 desta sexta (14). No dia, o fundo avança 5,25%, aos R$ 7,33, recuperando a mínima de R$ 6,76 ontem (13). No ano, o fundo perdeu 16,72%, além de 22,47% nos últimos 12 meses.

A queda está atrelada a Operação Greenwashing, da Polícia Federal. A ação em questão tem o objetivo desarticular organização criminosa suspeita de vender cerca de R$ 180 milhões em crédito de carbono de áreas da invadidas ilegalmente. Mas como isso afeta o AAZQ11?

A AZ Quest Sole, gestora do fiagro, investe em um fundo, o Caetê Fiagro Direitos Creditórios (FDIC), com exposição a um Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA) emitido pela empresa Stoppe Ltda.

  • É hora de investir nesta “gigante” do agro, diz analista. Companhia está descontada e faz parte da carteira de “top picks” da analista Larissa Quaresma, da Empiricus Research. Clique aqui e confira o nome da ação.

Os sócios da Stoppe foram apontados pela Polícia Federal (PF) como líderes de uma organização criminosa envolvida em esquema de vendas de crédito de carbono em terras griladas no Amazonas.

Posição da AZ Quest

Em comunicado ao mercado na terça-feira (11), AZ Quest ressaltou que é titular de cotas Sênior e Mezanino do Caetê Fiagro, que representam 9,88% do patrimônio líquido do fundo.

“Por conta do ocorrido (envolvimento do CRA na investigação policial), a administradora e a gestora do Caetê Fiagro providenciaram uma remarcação de 50% do patrimônio líquido do FIDC. Estimamos que esse evento terá um impacto de 7,82% no valor patrimonial unitário da cota do AZ QUEST SOLE, e que o impacto na distribuição de dividendos seja em torno de R$ 0,015 (1,5 centavo) ao mês”, disse a AZ Quest.



Tanto AZ Quest e Caetê ressaltaram estar acompanhando o desenrolar dos acontecimentos e estudando as medidas cabíveis a serem adotadas para resguardar os interesses do fundo e de seus cotistas, além de se comprometerem a informar o mercado sobre novos desdobramento.

Nós tentamos contato com a AZ Quest, que disse que não falará sobre o tema no momento. O espaço segue aberto.

O que são créditos de carbono?

Os créditos de carbono foram estabelecidos no Protocolo de Kyoto em 1997, quando foi estabelecido um preço por esse “direito de poluir”.

De forma geral, um crédito de carbono representa a redução ou remoção de uma tonelada métrica de dióxido de carbono (CO2) ou outro gás do efeito estufa equivalente. Sendo assim, os créditos de carbono são uma das formas de incentivo a redução de gases de efeito estufa (GEE).

No Brasil, o mercado regulado de carbono vem sendo debatido no Congresso Nacional, com o Projeto de Lei (PL) 412/2022, um texto base do Sistema Brasileiro de Comércio de Gases de Efeito Estufa (SBCE), aprovado no Senado Federal em 4 de outubro de 2023

Comunicados da gestora do Fiagro

 

Repórter
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, também participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil e do Agro em Campo.
Linkedin
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, também participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil e do Agro em Campo.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.