O que deu errado no lançamento do fees.wtf, site sobre taxas da Ethereum?

The Block
The Block
16/01/2022 - 13:09
Traduzido e editado por Vitória Martini
The Block
Fees.wtf
Em seu lançamento, o token nativo do site – WTF – foi feito de maneira proporcional, dando uma maior quantidade de tokens para aqueles que gastaram mais em taxas (Imagem: Crypto Times)

Na última semana, o site de informações cripto fees.wtf fez um lançamento de seu token nativo (WTF) para membros da comunidade cripto. No entanto, o lançamento não aconteceu como esperado.

O site tornou-se popular porque possibilita que qualquer um veja o quanto gastou em taxas de transação no blockchain da Ethereum ao longo dos anos.

Em alguns casos, pessoas que gastaram muito dinheiro em taxas de transação quando o ether (ETH) era mais barato podem verificar em quanto esses tokens estariam valorizados agora – alguns casos chegam a milhões de dólares.

Em seu lançamento, o token nativo do site – WTF – foi feito de maneira proporcional, dando uma maior quantidade de tokens para aqueles que gastaram mais em taxas. A ideia era que fosse uma espécie de compensação pelas quantias gastas.

Carteiras com o mínimo de 0,05 ETH gastos em taxas de gás antes de 1º de janeiro de 2022 eram elegíveis para receber o token. Alguns chegaram a afirmar que, aqueles que gastaram a quantia mínima, receberiam cerca de 30 tokens WTF.

Porém, o lançamento não aconteceu como planejado, pois problemas de liquidez em corretoras causaram dores de cabeça e perdas de fundos. Ainda, outros fatores tornaram o lançamento mais custoso que outros.

Liquidez prejudicada

Quando o token foi lançado, ele estava disponível para negociação na corretora descentralizada (DEX) Uniswap. Geralmente, nessas situações, a equipe usa alguns de seus tokens em reserva para fornecer liquidez à corretora.

Isso significa que existem tokens o suficiente na corretora para que os negociadores possam comprar e vender sem causar grandes quantidades de deslizes (quando o preço de venda real é diferente do esperado).

Porém, a equipe falhou em fornecer liquidez suficiente na Uniswap. A liquidez era de 2.211.455 WTF e 0,000001 ETH (US$ 0,003). Isso significa que 1 ETH era equivalente a 2,211 bilhões de WTF, no momento em que o pool foi lançado.

Isso levou à competição entre alguns robôs (“bots”) de negociação durante as primeiras horas de negociação, o que resultou em grandes vencedores e perdedores nos primeiros minutos após o lançamento do pool.

A primeira entidade que comprou WTF pôde adquirir 2.211,45 WTF por 2 ETH (US$ 6.400), deixando somente 0,01 WTF no pool.

A ação fez com que o preço do token disparasse, uma situação que continuou, à medida que mais bots gastavam quantidades crescentes de ETH para adquirir frações progressivamente menores do 0,01 WTF restante no pool.

Um comprador chegou a gastar 42 ETH (US$ 138,6 mil) para adquirir 0,00004 ETH, cujo valor foi quase zerado depois que o preço do token caiu.

Então, quando um bot adquiriu uma pequena fração de WTF por 10 ETH – seguida por uma venda instantânea dos mesmos tokens por 87 ETH – o preço despencou. Tudo isso aconteceu nos primeiros cinco minutos após o lançamento do pool.

O preço do token caiu mais de 96%, após uma alta temporária de US$ 2,96, para US$ 0,13 após a ação do bot. Alguns usuários informaram que não conseguiram vender o token na v3 da Uniswap.

Quanto ao assunto, desenvolvedores do site fees.wtf afirmaram, no servidor do projeto no Discord, que o problema aconteceu devido ao pool de liquidez unilateral na v3 da Uniswap.

A guerra entre os bots removeu a liquidez do pool, mas a equipe por trás do token WTF afirmou que estavam em contato com a Uniswap para corrigir o problema.

Em um artigo do site depois do lançamento do pool, fees.wtf disse que adicionou 20 ETH (US$ 65 mil) logo após o lançamento e explicou por que não adicionou mais liquidez em um primeiro momento.

“Se colocássemos um fornecimento de ETH na liquidez logo de primeira, não haveria bots competindo entre si, mas, sim, todos os bots estariam retirando nossos fundos. O resultado teria sido o mesmo, mas estaríamos sem qualquer liquidez para acrescentar em um estágio mais adiante.”

Dados do Dextools mostram que a compra e venda para o par WTF/ETH continua na Uniswap, então, aparentemente, o problema foi solucionado. Alguns usuários, no entanto, ainda não conseguiam acessar o site do projeto.

Fees.wtf disse que o site sofreu um ataque de negação de serviço distribuída (DDOS) – com os hackers pedindo por resgate em ether.

Fees.wtf sai vencedor

Se houve um vencedor do lançamento do token, foi o próprio fees.wtf. Apesar de ter enfrentado obstáculos em seu lançamento, o site recebeu mais de meio milhão de dólares em taxas. 

A equipe recebeu mais de 195 ETH (US$ 655 mil) de “taxas desbloqueadas”, segundo dados da Etherscan.

Além disso, a equipe cobrava uma taxa de 4% sobre quaisquer transferências de WTF, incluindo as negociações feitas pelos usuários. O projeto arrecadou mais de 7,6 milhões de WTF (US$ 1 milhão) com essa taxa de transação.

Segundo o artigo do fees.wtf, esses fundos serão distribuídos para detentores de tokens WTF e ajudarão no fornecimento de recompensas de staking, além de uma pequena quantia ser destinada ao tesouro do projeto

theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Vitória Martini - 16/01/2022 - 13:09

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto