Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

O que está mexendo com os mercados? Veja as principais notícias desta tarde

22/09/2020 - 13:34
Ibovespa Ações Mercados B3SA3
O Ibovespa ensaiava melhora nesta terça-feira, favorecido pela estabilização dos mercados no exterior (Imagem: Reuters/Paulo Whitaker)

1 – Ibovespa ensaia melhora, mas cenário externo não ajuda

Ibovespa (IBOV) ensaiava melhora nesta terça-feira, favorecido pela estabilização dos mercados no exterior, onde a pauta destaca fala do chair do Federal Reserve no Congresso norte-americano, enquanto a ata do Copom também ocupava as atenções na cena brasileira.

De acordo com o estrategista Dan Kawa, da TAG Investimentos, depois de uma noite de bastante volatilidade, os ativos de risco estão abrindo a manhã em tom um pouco menos negativo, mas ainda com claros sinais de fragilidade.

“No Brasil, seguimos a mercê da situação global, com as nossas peculiaridades apenas deteriorando mais o nosso cenário. O ambiente, por ora, é de incerteza e poucos (ou nenhum) avanços na importante agenda de reformas para o país”, destacou.

Nos EUA, o índice S&P 500 (SPX) avançava e o Nasdaq (NSXUSD) oscilava entre leve alta e estabilidade nesta terça-feira, amparados por uma recuperação nas ações da Amazon.com e da Apple (AAPL), enquanto a incerteza sobre mais estímulos fiscais nos Estados Unidos limitava as oscilações dos componentes do Dow Jones (DJI).

Amazon.com (AMZN) saltava 2,2%, depois que a corretora Bernstein elevou a recomendação de suas ações para “outperform” (acima da média do mercado), dizendo que a empresa continuará a receber impulso de assinantes premium e comerciantes terceirizados mesmo após a pandemia.

Microsoft (MSFT), Apple, Alphabet (GOOG) e Facebook (FB), que juntas impulsionaram uma recuperação em Wall Street desde um tombo causado pelo coronavírus em março, avançavam entre 0,3% e 0,9% nesta manhã.

2 – EUA enfrentam caminho “altamente incerto”

economia mostrou “melhora acentuada” desde que a pandemia de coronavírus levou os Estados Unidos a uma recessão a partir de março, mas o caminho à frente permanece incerto e o banco central norte-americano está pronto para fazer mais se necessário, disse Jerome Powell, chair do Federal Reserve, a um painel do Congresso nesta terça-feira.

Destacando a recuperação nos empregos e gastos das famílias desde a crise econômica, Powell disse que os EUA ainda permanecem longe de onde estavam e que “o caminho à frente continua sendo altamente incerto”.

“(…) É provável que ocorra uma recuperação total apenas quando as pessoas ficarem confiantes de que é seguro voltar a se engajar em uma ampla gama de atividades” com o coronavírus sob controle, acrescentou.

3 – Bolsonaro discursa na ONU e indica restrições em leilão para 5G

O presidente Jair Bolsonaro usou seu discurso na abertura da 75ª Assembleia-Geral das Nações Unidas, nesta terça-feira, para indicar que restrições podem ser impostas no leilão de tecnologia 5G no país.

“O Brasil está aberto para o desenvolvimento de tecnologia de ponta e inovação, a exemplo da Indústria 4.0, da inteligência artificial, da nanotecnologia e da tecnologia 5G, com quaisquer parceiros que respeitem nossa soberania e prezem pela liberdade e pela proteção de dados”, ressaltou em seu discurso nesta terça-feira.

Em seu discurso para a Assembleia-Geral, Bolsonaro disse ainda que a pandemia mostrou que o mundo não pode depender da produção de insumos em apenas alguns países, e usou como exemplo a hidroxicloroquina –medicamento que defende para uso contra a Covid-19, mesmo sem comprovação científica de eficácia.

Bandeira da Alemanha
A Alemanha pode resistir à recessão provocada pela pandemia melhor do que o esperado (Imagem: Pixabay)

4 – Atividade industrial segue em recuperação

A atividade industrial continua em recuperação e já se encontra no patamar pré-crise, de acordo com a Sondagem Industrial, divulgada hoje (22) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Utilização da Capacidade Instalada (UCI) alcançou 71%, 2 pontos percentuais acima do apurado em agosto de 2019 e 4 pontos percentuais a mais na comparação com julho. É o maior percentual para o mês desde de 2014, quando o UCI ficou em 72%.

O indicador de UCI efetiva – em relação ao usual – aumentou 3,6 pontos de julho para agosto e ficou em 47,7 pontos. O índice ficou acima do registrado em agosto de 2019 (44,1) e próximo à linha divisória de 50 pontos.

5 – Impacto da Covid na economia alemã pode ser menor

Alemanha pode resistir à recessão provocada pela pandemia melhor do que o esperado, sugeriram indicadores do setor privado nesta terça-feira, em um sinal de esperança para a economia que tradicionalmente serve como motor de crescimento da Europa.

Com boa parte da atividade econômica ainda restringida pela Covid-19, o governo da Alemanha agiu rapidamente para aumentar os gastos e esse dinheiro, junto com outro impulso do Banco Central Europeu, parece ter amortecido o impacto da pandemia.

A projeção para o Produto Interno Bruto agora é de contração de apenas 5,2% neste ano, disse o instituto Ifo, mais otimista do que sua estimativa anterior de queda de 6,7% e da previsão do banco central de contração de 7,1%.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 22/09/2020 - 13:35