BusinessTimes

O que fez Elon Musk perder US$ 11 bi em um dia? ‘Explosão’ de foguete da SpaceX ou derrocada da Tesla

21 abr 2023, 11:22 - atualizado em 21 abr 2023, 11:25
Elon Musk inteligência artificial
Elon Musk perdeu US$ 11 bilhões em um dia (Imagem: REUTERS/Adrees Latif)

O segundo homem mais rico do mundo, Elon Musk, viu sua fortuna derreter US$ 11 bilhões, para US$ 173,6 bi, na quinta-feira (20), segundo o ranking de bilionários da Forbes.

O dia de Musk foi marcado pela ‘explosão’ do foguete da SpaceX e a queda de quase 10% das ações da Tesla (TSLA; TSLA34).

O foguete de Elon Musk

Dois dias depois de falhar na primeira tentativa de decolagem, a aeronave construída pela SpaceX realizou ontem um segundo ensaio — dessa vez, com êxito. No entanto, após três minutos, o Starship apresentou uma falha inesperada.

Alguns motores falharam e uma das fases não conseguiu se separar do resto do foguete, o que causou a explosão em partes dele. Segundo membros da diretoria da companhia, o sistema de autodestruição foi acionado propositalmente.

Mesmo assim, a operação foi considerada um sucesso pela SpaceX. Isso porque a aeronave é de testes, não tripulada e não seria colocado fora de órbita. O experimento era focado na decolagem, e “todo o resto seria um bônus”, conforme a própria equipe disse em coletivas à imprensa.

O Starship é o protótipo do Spaceship a ser testado, lançado e aterrissando novamente. Segundo Musk, o primeiro lançamento foi cancelado devido à um problema na válvula de pressurização que parecia estar congelada.

Em entrevista realizada em 2019, o bilionário revelou que a estimativa do custo do projeto da SpaceX com o Starship era em torno de US$ 2 bilhões a US$ 10 bilhões.

Tesla derreteu

Quem de fato abalou a fortuna de Elon Musk foi a Tesla. As ações da empresa ‘irmã da SpaceX’ recuaram 8,90% na quinta (20), em reação aos resultados do primeiro trimestre de 2023 (1T23).

A montadora de carros elétricos desapontou com queda das margens. Os investidores estavam ávidos para entender qual seria o impacto dos cortes nos preços dos veículos elétricos que a empresa tem bancado nos seus principais mercados neste ano. Somente nos EUA, foram seis iniciativas do tipo.

A Tesla produziu mais carros do que vendeu pelo quarto trimestre seguido. Com isso, houve um acúmulo de estoque chegando a 80 mil veículos nos últimos 12 meses. O crescimento da receita de carros no primeiro trimestre foi de apenas 18% — o crescimento mais lento desde o começo da pandemia.

Em razão desse contexto, a montadora de Musk entregou um crescimento de margem bruta de 19%, abaixo da expectativa do mercado e inferior aos 24% do trimestre anterior.

Editora-assistente
Editora-assistente no Money Times e graduanda em Jornalismo pela Unesp - Universidade Estadual Paulista. Entrou para a área de finanças e investimentos em 2021.
Linkedin
Editora-assistente no Money Times e graduanda em Jornalismo pela Unesp - Universidade Estadual Paulista. Entrou para a área de finanças e investimentos em 2021.
Linkedin